Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020

União
Segunda-Feira, 14 de Setembro de 2020, 11h:05

QUEIMADAS DA AMAZÔNIA

Ricardo Salles compartilha falsa mensagem usando imagens do Greenpeace

Redação

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles

Que o governo de Jair Bolsonaro não tem nenhum compromisso com o meio ambiente isso o mundo já sabe, agora com falta de argumentos em relalão ao combate a destruição da floresta Amazônica e o Pantanal, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles , vem compartilhando fake news, afirmando que não existem queimadas no país.

Aliás, Bolsonaro e sua equipe só sabem mesmo fazer fake news de maneira criminosa, como aconteceu com a pandemia do coronavírus, e agora sobre a devastação do meio ambiente no Brasil.

O vídeo com informações falsas sobre as queimadas na Amazônia, compartilhado pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e pelo vice-presidente Hamilton Mourão, utilizou imagens antigas do Greenpeace, sem autorização. Os autores das imagens e a ONG repudiam o uso indevido das imagens. O vídeo foi apagado das redes sociais por violar direitos autorais. 

Além da legenda que afirmava que o bioma não está em chamas, o vídeo apresentava entre as imagens um Mico-Leão-Dourado, animal endêmico da Mata Atlântica. De 01 de janeiro até 12 de setembro, foram registrados 60.675 focos de incêndio na Amazônia brasileira, é o pior ano de queimadas desde 2010, segundo dados do Programa Queimadas, do INPE. Por se tratar de uma floresta úmida, a queimada na Amazônia está diretamente vinculada ao desmatamento. Quando o desmatamento aumenta, os focos de queimada também vão lá para cima. 

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO