Sexta-Feira, 07 de Agosto de 2020

União
Sexta-Feira, 24 de Abril de 2020, 10h:25

DEMISSÃO AO VIVO

Moro faz pronunciamento ao vivo e diz que Bolsonaro quer receber relatórios da PF

Jô Navarro

Reprodução/CNN Brasil

Em pronunciamento oficial Sergio Moro anunciou que deixa o governo de Jair Bolsonaro. Moro lamentou ter de fazer este pronunciamento em meio à crise gerada pela pandemia do novo coronavírus.

"Primeiro queria lamentar ter que fazer esse evento de hoje, em meio a uma pandemia, a informação de 407 mortos ontem, mais de 3.365 no total. Infelizmente temos que fazer esse evento, mas não foi minha opção".

O ex-juiz disse que quando aceitou o cargo de ministro o presidente lhe prometeu carta branca para nomear assessores e dirigentes da Polícia Federal.

Moro negou ter estabelecido a condição de ser nomeado ministro do STF, mas seu compromisso com o presidente era combater a corrupção. "Uma única condição que coloquei foi que se algo me acontecesse, minha família ficasse amparada com uma pensão", disse Sergio Moro.

Sergio Moro diz que governo mente ao dizer que exoneração de Mauricio Valeixo foi a pedido.

O presidente quer um chefe da PF que lhe forneça relatórios diretamente, o que não é apropriado, disse Sergio Moro.

Moro fez uma declaração que pontua as circunstâncias que o levaram a pedir demissão. Relatou que o presidente Bolsonaro disse a ele que deseja nomear um superintendente da Polícia Federal com quem ele possa conversar por telefone e pedir relatórios confidenciais de investigações em curso.

As denúncias de Sergio Moro caem como uma bomba sobre o governo Bolsonaro, que fica cada vez mais isolado.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO