Terça-Feira, 26 de Maio de 2020

União
Sexta-Feira, 15 de Maio de 2020, 11h:07

NÃO É FAKE NEWS

Ministro da Saúde pede demissão; general assume a pasta

Jô Navarro

Reprodução

Nelson Teich

Diante das pressões do presidente da República, Jair Bolsonaro, o ministro da Saúde, Nelson Teich pediu exoneração nesta manhã (15).

 O ministro dará uma entrevista coletiva sobre o assuntoá na tarde de hoje.

O médico havia assumido o ministério no dia 17 de abril, após a saída de Nelson Mandetta.

Cloroquina

Bolsonaro exige que o Ministério da Saúde determine o uso de cloroquina já nos estágios iniciais da doença, o que a comunidade científica desaconselha.

O presidente Jair Bolsonaro deve indicar o deputado Osmar Terra para substituir Teich. Terra defende nas redes sociais o uso da cloroquina e tem criticado Nelson Teich.

Mais cedo o presidente anunciou para militantes que ainda hoje o Ministério da Saúde vai mudar o protocolo para uso da cloroquina.

Repercussão


Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde: "Oremos. Força SUS. Ciência. Paciência. Fé!"

 Fernando Haddad: 'Quem será o próximo ministro da Saúde? Tanto faz, enquanto Bolsonaro estiver presidente'

Deputado federal Marcelo Ramos (PL): 'Só topará ser ministro da Saúde quem não tiver compromisso com a ciência'.

Sergio Moro, ex-ministro da Justiça: Cenário difícil, em plena pandemia, 13993 mortes até ontem. Números crescentes a cada dia. Cuide-se e cuide dos outros.

Flávio Dino, governador do Maranhão: 'A confusão que Bolsonaro cria é única no planeta. Espero que as instituições julguem o quanto antes a produção de tantos desastres, entre os quais a demissão de DOIS ministros da Saúde em meio a uma gigantesca crise sanitária. O Brasil merece uma gestão séria e competente.'

Deputado federal José Medeiros (Pode-MT): 'Ministro q entra, sabe o jeito que a banda toca, tem um presidente que se chama @jairbolsonaro. Terá que se contentar com o salário e com o fato de que terá um chefe. Já ficou bem claro, que nesse governo ministério não é lugar de lustrar currículo, nem de ganhar dinheiro.'

Líder do PSL no Senado, Major Olimpio: 'O dia que Teich aceitou ser ministro, fiz uma fala que muitos criticaram: ele não fica mais de 30 dias ou vai ter de rasgar seu diploma de médico e sua biografia. Ele não quis rasgar nem jogar fora sua história. Ficou do lado da ciência e medicina.'

Deputada federal Joice Hasselmann: 'A saída de Teich mostra que ciência e razão não têm lugar no Gov. Bolsonaro. Só terraplanismo, ignorância, achismo, ideologia pobre e burra! Quem não segue a cartilha do chefe está FORA! Cloroquina e abertura total da economia significam o assassinato de milhares de brasileiros!'

Sob nova direção


O secretário executivo general Eduardo Pazuello assume interinamente a pasta, confirma o Ministério da Saúde.

Coletiva

Nelson Teich fez um curto pronunciamento e não respondeu perguntas dos jornalistas. Iniciou afirmando que 'a vida é feita de escolhas e eu escolhi sair'.

O médico não falou sobre o motivo de sua saída, nem mencionou o embate com o presidente Jair Bolsonaro sobre a cloroquina.

Mais informações em instantes.

 

 

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO