Sábado, 19 de Outubro de 2019

União
Segunda-Feira, 30 de Setembro de 2019, 09h:21

EDUCAÇÃO

MEC descontingencia R$ 2 bi e ministro alfineta a Globo

As universidades receberão R$ 1,156 bilhão.

Jô Navarro

Reprodução

Ministro da Educação, Abraham Weintraub

O MEC anunciou hoje o descontigenciamento de R$ 2 bilhões do orçamento da pasta retidos no primeiro semestre.

O contingenciamento foi necessário devido à queda na previsão de crescimento do país. A LOA 2018 previa crescimento da atividade econômica de 2,5%, o que obrigou a União a economizar por meio da suspensão temporária (contingenciamento) de recursos em todos os ministérios.

Com a recuperação econômica, já é possível liberar recursos.

Hoje no Twitter o ministro Abraham Weintraub postou: "O DESCONTINGENCIAMENTO (não foi corte) começa hoje, conforme venho falando há 6 meses. Serão liberados R$ 2 bilhões. Haverá uma coletiva de imprensa 10:30. Será que os marinhos ou os frias vão mandar seus empregados admitir que "erraram"?

Recursos

Os recursos, segundo o MEC, cobrirão despesas de custeio como gastos com água, energia elétrica, aquisição de materiais de consumo e outras prestações de serviço.

As universidades receberão R$ 1,156 bilhão. Com isso, essas instituições, que tiveram, em média, 30% dos recursos discricionários bloqueados no início do ano, seguirão com 15% dessas verbas contingenciadas, segundo Weintraub.

No início do mês, outros R$ 584 milhões foram disponibilizados às instituições. Com a liberação, seguem bloqueados no MEC R$ 3,8 bilhões.

“Tudo isso vem de recursos suados do pagador de imposto, de famílias que deixam de consumir para pagar”, disse o ministro da Educação. “Estamos administrando uma situação crítica com qualidade técnica”, explicou o mnistro

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO