Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020

União
Sábado, 12 de Setembro de 2020, 05h:35

ENQUADRADO

Jair Bolsonaro fica contrariado, mas é aconselhado a não reagir a Celso de Mello

Redação

Reprodução

Bolsonaro e Celso de Mello

Não teve jeito, Jair Bolsonaro virou réu nas investigações sobre suposta interferência na Polícia Federal. O ministro Celso de Mello enquadrou Bolsonaro.

Jair Bolsonaro passa a ser o primeiro presidente da República a ser obrigado prestar depoimento em uma investigação de forma presencial desde a redemocratização.

O presidente Jair Bolsonaro ficou contrariado com a decisão do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribuinal Federal (STF), determinando que ele preste depoimento pessoalmente no inquérito qude apura suposta interferência na Policia Federal. A investigação foi aberta em abril, após acusação do ex-ministro da Justiça Sérgio Moro. Apesar da contrariedade, o presidente foi aconselhado a não reagir para não criar uma crise num momento que, de alguma forma, está sendo considerado politicamente favorável, informa o jornal Estadão.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO