Sexta-Feira, 22 de Fevereiro de 2019

União
Quinta-Feira, 07 de Fevereiro de 2019, 06h:33

CHIADEIRA

Governadores com Moro, lamentos e pedidos de recursos

Redação

Reprodução

Sérgio Moro com governadores

Não é de hoje que a situação dos Estados está dificil, a choradeira começou depois que o governo federal avisou que não iria ajudar e que cada um teria que fazer o dever de casa.

Alguns Estados, como Mato Grosso, decretaram calamidade pública, o que não encaixa nas regras do Tesouro Nacional, segundo Mansueto Almeida.

A reunião entre o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, e os governadores na segunda-feira (4), para a apresentação de seu projeto anticrime,  virou em determinado momento uma sessão de lamentos e reclamações por mais recursos.

Enquanto o ministro vendia seu peixe, pelo menos cinco dos governadores presentes, segundo relatos, pediam que Moro ajudasse a viabilizar a liberação de recursos do fundo penitenciário, destinado aos presídios, e do fundo de segurança.

O raciocínio de alguns governadores é o de que não adianta endurecer o cumprimento de penas se não há recursos para construir ou ampliar presídios, hoje superlotados.

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM-GO), propôs que seja criado um acordo de cooperação para facilitar o envio direto de reforço policial aos estados que enfrentam situações como a do Ceará, com ataques recentes de organizações criminosas.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO