Segunda-Feira, 22 de Janeiro de 2018

União
Quinta-Feira, 04 de Janeiro de 2018, 09h:04

MINISTÉRIO DO TRABALHO

Escolha de Cristiane Brasil para ministério gera protestos nas redes sociais

Wilson Dias/Agência Brasil

O presidente Michel temer escolheu a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) para assumir o ministério do Trabalho. Filha do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, que foi protagonista e o primeiro delator do mensalão há pouco mais de dez anos, não agradou parte dos brasileiros que se manifestaram nas redes sociais e aplicativos de celular.

Cristiane, 44 anos, foi citada em delações da Lava-Jato, na Odebrecht e na JBS. Ela foi alvo de críticas na Câmara ao tentar limitar o uso de trajes sensuais no Legislativo. A nova ministra também lidera a lista de parlamentares baladeiros de Brasília.

A deputada entrou no mundo político ao ganhar um cargo comissionado na Eletronuclear, empresa de controle estatal responsável por administrar as usinas nucleares brasileiras.

Sua contratação, em 2001, ocorrida na gestão do então presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e mantida durante pouco mais de três meses pelo sucessor, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), é atribuída à influência de Jefferson nesses governos.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO