Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020

União
Quinta-Feira, 14 de Maio de 2020, 08h:34

REUNIÃO MINISTERIAL

É a mãe!

Redação

Reprodução

Reunião de Bolsonaro com ministros

O governo de Jair Bolsonaro parece mais um galinheiro, quem berrar mais alto e fizer mais barulho pode quebrar os ovos.

Um governo que perdeu faz tempo a postura e compostura, por isso vem sendo bombardeado todos os dias.

Ninguém respeita Jair Bolsonaro, a sua presença e suas falas já viraram deboche.

A reunião de ministros e o presidente Jair Bolsonaro não é exatamente um encontro de cavalheiros. No teor da reunião ministerial de 22 de abril, que a AGU tentou por três recursos impedir sua entrega e divulgação do vídeo, tem de tudo, além da prova citada por Sérgio Moro de interferência na Polícia Federal. Tem o presidente falando palavrão, uma discussão entre Paulo Guedes e Rogério Marinho, ataque de Bolsonaro a uma nota da Polícia Rodoviária Federal lamentando a morte de um agente pela Covid-19, o chanceler Ernesto Araújo fazendo novos ataques à China e até o ministro Abraham Weintraub xingando as mães dos onze juízes do Supremo Tribunal Federal.

O ministro Celso de Mello tem dado manifestações surpreendentes, como se estivesse disposto a deixar esse processo contra Bolsonaro uma última herança de quem sai do Supremo antes do final do ano. Há dias, ele disse que “os estatutos do poder, em uma república fundada em bases democráticas, não podem privilegiar o mistério, nem legitimar o culto ao sigilo”. Agora, finalmente apresenta ao público as verdades que Bolsonaro tenta esconder. Mais: ele teria feito um único comentário sobre o passeio de jet-ski do Capitão. “É uma provocação”.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO