Sexta-Feira, 19 de Abril de 2019

União
Terça-Feira, 29 de Janeiro de 2019, 10h:25

APENAS AUXÍLIO TÉCNICO

Cai por terra a esperança do governador Mauro Mendes de incluir MT no regime de recuperação fiscal

Tesouro Nacional nega inclusão de MT do regime de recuperação fiscal

Cícero Henrique

Marcos Vergueiro/Gcom

Mauro Mendes, governador de Mato Grosso

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, explicou que estados que decretaram situação de calamidade financeira, como Goiás, Mato Grosso, Rio Grande do Norte e Roraima, não receberão ajuda financeira do Tesouro, apenas auxílio técnico para traçar programas de ajuste fiscal e de melhorias de gestão

De acordo com Almeida, a aprovação da reforma da Previdência representa a melhor possibilidade de que os estados reequilibrarem as finanças. Isso porque a maior parte dos gastos locais está nas despesas com o funcionalismo local. “Os governadores estão querendo aprovar a reforma da Previdência. Dois terços dos inativos dos estados se aposentam, em média, aos 49 anos de idade", disse o secretário.

A declaração foi dada na segunda-feira (28) durante a divulgação do Plano Anual de Financiamento (PAF) para a dívida pública em 2019. Segundo os técnicos do órgão, o dinheiro que a União deixa de receber dos estados e a execução de garantias da União podem se refletir tanto no aumento da dívida pública como na redução do colchão da dívida pública (reserva financeira de segurança do Tesouro).

Apenas Minas Gerais e o Rio Grande do Sul têm possibilidade de ingressarem no regime de recuperação fiscal, como o estado do Rio de Janeiro. Segundo Almeida, os dois estados estão em negociações para mudarem a forma como registram as despesas com pessoal para apresentarem um plano de ajuste ao Tesouro Nacional e negociarem a adesão ao programa de socorro financeiro.

2 COMENTÁRIOS:

Que vergonha esse governo
enviado por: Ganicus em 29/01/2019 às 12:52:38
0
 
0
responder
apenas auxílio técnico para traçar programas de ajuste fiscal e de melhorias de gestão. isso é um atestado de incompetencia para gerir dado pelo governo federal.
enviado por: george em 29/01/2019 às 11:57:29
0
 
0
responder

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO