Sábado, 21 de Outubro de 2017

Obras na rodovia para Chapada seguem em ritmo acelerado | Caldeirão Político

Executivo

Sábado, 15 de Agosto de 2015, 10h:38

MT-251

Obras na rodovia para Chapada seguem em ritmo acelerado

ERICKSEN VITAL

A obra de reconstrução da Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), do trevo de acesso ao Lago do Manso até o Balneário Mutuca, segue em ritmo acelerado. Quando finalizada, a estrada estará mais mais segura para os  motoristas que, especialmente nos fins de semana, seguem rumo a Chapada dos Guimarães (60 km de Cuiabá). 

O trecho de 10 quilômetros começou a receber uma segunda camada de massa asfáltica de quatro centímetros, do tipo CBUQ. Quando finalizado, o asfalto terá sete centímetros de espessura – o dobro que existia no local - e nove metros de largura, incluindo a faixa de segurança. 

“Esse era o trecho da rodovia que mais apresentava imperfeições, com muitas ondulações, dificultando a vida dos motoristas, segundo informações da nossa equipe técnica. Acreditamos que a qualidade do asfalto que aplicamos será superior a que antes existia naquele trecho”, declarou o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte. 

Pró-estradas 
 

A reconstrução faz parte do Pró-Estradas, programa de obras rodoviárias de Mato Grosso. As ações são definidas estrategicamente pela equipe técnica da Sinfra para melhorar de imediato os trechos considerados prioritários.

Esta é a primeira das três fases de obras previstas para estrada de Chapada dos Guimarães. Nesses 10 km serão gastos aproximadamente R$ 6 milhões e a obra deve ser finalizada até o final deste ano. 
  
Na segunda fase, a Rodovia Emanuel Pinheiro será duplicada entre o Supermercado Atacadão e a Fundação Bradesco, em um valor superior a R$ 23 milhões. A ordem de serviço para a obra deve ser realizada até o final deste ano. 

Já a terceira fase será a de reconstrução dos 34 quilômetros restantes começando do Rio Mutuca e chegando na cidade de Chapada dos Guimarães. O trecho também ganhará sete centímetros de espessura de asfalto e pista com nove metros de largura. Nessa fase serão investidos R$ 17 milhões. 

Além disso, constantemente são realizados os serviços de manutenção, por meio de ações pontuais de tapa-buraco e corte da vegetação às margens da rodovia.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO