Terça-Feira, 18 de Junho de 2019

Municipal
Sábado, 22 de Dezembro de 2018, 08h:58

PS SEM ANESTESIA

Prefeitura nega, mas documentos comprovam falta de anestésicos no PS de Cuiabá

Cirurgias começaram a ser suspensas no dia 18 de dezembro por falta de anestésicos

Cícero Henrique

Arquivo

Apesar da secretaria de Saúde de Cuiabá negar, no PS as cirurgias eletivas foram suspensas por falta de anestésicos. As denúncias começaram com o compartilhamento de um texto assinado pela Sociedade Mato-Grossense de Anestesiologia (Soma), informando que desde o dia 18 "começou a faltar medicamentos necessários para a realização de anestesias no Hospital e Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá".

Com a publicação da notícia na imprensa, a prefeitura da Capital negou a falta de medicamentos e disse que as cirurgias estão sendo realizadas "normalmente". O secretário de Saúde afirmou ainda que "determinou uma grande compra de anestesias para o início de janeiro, uma vez que nesta época as indústrias já estão fechadas e não fazem entregas".

Veja abaixo cópia de comunicação de falta de medicamento datado de 19/12 informando a administração a falta de medicamentos:

Íntegra da nota da SOMA:

CUIABÁ SEM ANESTESIA 

A Sociedade Mato-grossense de Anestesiologia (SOMA) informa aos cidadãos que desde ontem (19/12/18) começou a faltar medicamentos necessários para a realização de anestesias no Hospital e Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá. 

Com isso, foram canceladas diversas cirurgias eletivas e, em breve, isso pode inviabilizar inclusive a realização de cirurgias de urgência e emergência.
A situação tende a se agravar ainda mais, tendo em vista que se aproximam as festas de final de ano, quando há uma demanda grande de atendimentos emergenciais.

Os médicos anestesiologistas estão sendo orientados a não atuarem de forma improvisada e voluntariosa, mesmo que sejam pressionados por colegas médicos, familiares do paciente ou pelos gestores dos hospitais. 

Em nome da segurança dos pacientes e tranquilidade da população de forma geral, a SOMA espera que a situação se normalize o mais rapidamente possível e está à disposição dos órgãos competentes para ajudar no que for necessário. 

SOCIEDADE MATO-GROSSENSE DE ANESTESIOLOGIA

Íntegra da nota da Sicom/Prefeitura de Cuiabá:

Em relação à nota que a Sociedade Matogrossense de Anestesiologia (SOMA) divulgou na imprensa sobre o cancelamento de cirurgias dentro do Pronto Socorro Municipal devido à falta de anestesias, o secretário municipal de Saúde, Luis Antonio Possas de Carvalho informa que essa informação não é verídica. Ele explica que já há bastante tempo o Pronto Socorro vem trabalhando com um estoque baixo de anestesias, mas que em momento algum deixaram de realizar cirurgias, tanto de urgência e emergência, quanto eletivas devido à falta do produto. O secretário informou que já determinou uma grande compra de anestesias para o início de janeiro, uma vez que nesta época as indústrias já estão fechadas e não fazem entregas. Ele explica ainda que a motivação da SOMA em divulgar estas informações inverídicas se dá pelo fato da Secretaria ter feito recentemente uma repactuação do contrato da empresa com o Hospital São Benedito, onde conseguiu um valor quase 20% menor do que o anterior.

 

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO