Terça-Feira, 22 de Maio de 2018

Municipal
Segunda-Feira, 22 de Janeiro de 2018, 10h:51

SELETIVO DA EDUCAÇÃO

Prefeitura de Cuiabá descarta anular seletivo da Educação

Jô Navarro

Luiz Alves

A Secretaria de Inovação e Comunicação da prefeitura de Cuiabá divulgou há pouco um balanço sobre o  processo seletivo simplificado de contratação da Educação, realizado no domingo (21). Por meio de nota a prefeitura reafirma que "a elaboração de provas, aplicação e correção, inclusive a análise dos recursos, bem como a logística e fiscalização do certame cabe integralmente ao Selecon" ( Instituto Nacional de Seleções e Concursos).

Acerca do 'incidente' ocorrido na Unic, que resultou no registro de Boletim de Ocorrência por parte de uma candidata que denunciou suposta violação do envelope de provas, a prefeitura avalia que  "ficou restrito a uma única sala de aula, onde o Selecon prontamente adotou as providências necessárias para a aferição da segurança, sendo assegurada a lisura do pacote de provas pelos demais candidatos que estavam na mesma sala que a candidata, sendo a prova realizada por todos os presentes em sala, inclusive pela própria candidata que levantou o questionamento".

A Prefeitura avalia que o caso foi "pontual", por isso "o ocorrido não vem desabonar a credibilidade do processo".

Veja abaixo íntegra da nota:

Sobre o processo seletivo simplificado de contratação da Educação, realizado neste domingo (21), a Prefeitura de Cuiabá pontua que:  

1- Mediante relatório final, consideramos o processo satisfatório, com aplicação das provas ocorrendo normalmente, em um alcance de 12 mil inscritos, onde 10 mil candidatos fizeram as provas; percentual de 19% de faltantes.  

2- Salientamos também que é o primeiro ano que o processo seletivo de contratação da Educação do Município é realizado por meio de aplicação de provas – anulando o formato dos anos anteriores, onde as contrações eram realizadas direto nas unidades educacionais. Isso, além de quebrar paradigmas, vem confirmar ainda mais sua isonomia diante de um sistema democrático de acesso de qualidade as 4.702 vagas disponíveis nos níveis médio e superior do processo, possibilitando oferecer os melhores profissionais para atender a população na rede de ensino municipal.  

3- Diante deste novo formato, a Prefeitura de Cuiabá trouxe um instituto de competência nacional, com capacidade técnica para aplicação de processo seletivo, atuando em vários estados na aplicação de seleção de pessoal para o serviço público, o Instituto Nacional de Seleções e Concursos – Selecon. 

4- O fato isolado ocorrido na Unic, ficou restrito a uma única sala de aula, onde o Selecon prontamente adotou as providências necessárias para a aferição da segurança, sendo assegurada a lisura do pacote de provas pelos demais candidatos que estavam na mesma sala que a candidata, sendo a prova realizada por todos os presentes em sala, inclusive pela própria candidata que levantou o questionamento. A Prefeitura de Cuiabá realizou reunião com o Selecon em 22/01 para solicitar a apuração do fato ocorrido 

5- Assim, em um total de 12 mil inscritos, avaliamos que foi apresentado um percentual mínimo, e sendo um caso pontual, o ocorrido não vem desabonar a credibilidade do processo, nem tão pouco da empresa Selecon, não havendo motivos para uma possível anulação deste, que atenderá o início do ano seletivo de 52.000 crianças.  

6- Neste processo, o município, por meio das Secretarias de Educação e Gestão, responsável somente pela parte administrativa do processo, como a construção do edital. A elaboração de provas, aplicação e correção, inclusive a análise dos recursos, bem como a logística e fiscalização do certame cabe integralmente ao Selecon, que proveu toda a estrutura e pessoal para realizar as provas no dia 21/01.  

7-Diante disso, reiteramos o resultado satisfatório e nos colocamos à disposição para quaisquer dúvidas e manifestações judiciais, se assim, os candidatos se sentirem prejudicados pelo fato ocorrido. 

Prefeitura de Cuiabá

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO