Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019

Municipal
Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 06h:50

“BABÃO DE POLÍTICO”

Emanuel Pinheiro construiu perfil de gestor incompetente e ineficiente

Cícero Henrique

Reprodução

Emanuel Pinheiro pegando propina

O mais difícil, na gestão pública, é unir o indivíduo eficiente, agregador de equipes — para torná-las mais funcionais e ágeis — e, ao mesmo tempo, capaz de articular politicamente. Emanuel Pinheiro (MDB) não conseguiu fazer nenhum dos dois. Uma de suas principais do características do prefeito é que, aquilo que começa, tem consciência de que precisa terminar — e com péssima qualidade. Emanuel Pinheiro tem uma gestão ineficiente e carrega a fama de corrupto desde a divulgação do vídeo do paletó (assista ao final).  Tornou-se um grande mobilizador de puxa-sacos, lambe-botas, lambe-sacos, um agregador de forças incompetente e com energia negativa.

No setor público, em Cuiabá, participou, quando deputado, foi delatado como proipineiro. Foi filmado recebendo dinheiro de suposta propina para fazer vista grossa sobre as irregularidades na gestão de Silval Barbos. Saltou de político local para político corrupto nacional em pouco tempo. Trata-se de um caso raro.

Sua imagem de gestor e de político decente saiu manchada e agora está na lama. Ele tem seu próprio perfil: o de gestor corrupto e ineficiente. Ele consegue deixar a saúde em caos, o que muitos não conseguem — devido, em larga medida, à sua obstinação pelo ineficiência.

A rigor, Emanuel Pinheiro está bem, até muito bem, em Cuiabá — sempre prestigiado por seus puxa-sacos. Mas políticos, jornalistas e empresários avaliam o contrário.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO