Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020

Municipal
Segunda-Feira, 24 de Agosto de 2020, 10h:42

ELEIÇÕES 2020

Eleição municipal será teste de força para a base de Mauro Mendes

Cícero Henrique

Reprodução/Secom-MT

Em seu segundo ano à frente do governo estadual, o governador Mauro Mendes(DEM) vai passar pela primeira eleição municipal como chefe do Executivo. Uma eleição em um ano atípico, com uma pandemia impondo mudanças na busca pelo eleitor e gerando crise em nível mundial, com reflexos nos governos. Mesmo em um contexto tão desafiador, os partidos aliados da base tenderão a usar a administração e a proximidade com o governador para atrair a atenção dos eleitores.  Será o primeiro teste de força da base que dá sustentação política ao governo de Mauro Mendes contrea o prefeito de cuiabá, Emanuel Pinheiro(MDB).

Presidente de siglas aliadas do governador ouvidos pelo site Caldeirão Político estão otimistas com o resultado que pode sair da eleição e apostam em colher resultados do trabalho feito até agora. O vice-governador Pivetta, candidato ao Denado na eleição suplementar, acredita que toda eleição é uma prova. “Do trabalho que tem sido feito por quem, no caso, está no mandato, e para os partidos”, reconhece. “Apesar de que cada realidade se aplica a cada município. De acordo com o pensamento, com a região”, assinala, citando a característica regional das eleições municipais.

“Mas eu acredito sim que nós teremos condições de fortalecer muito o trabalho da base”, diz o vice-governador. “Estamos buscando pré-candidatos competitivos,  na maioria das cidades, os partidos da base têm feito isso. Temos uma pluralidade grande de pré-candidatos a prefeitos e vereadores, sem sombra de dúvida. Temos visto que a base sairá bastante fortalecida deste processo”, acredita.

Mudança

Já os defensores do governador Mauro Mendes, também acredita que a base sairá fortalecida, e que os aliados farão também “uma boa base para 2022”. E  “Até porque a população entende que o governador teve apenas um ano de governo; com esta pandemia, ele está governando crise, todos os dias, e queda de arrecadação”, cita. Para o deputado, mesmo em um ano de pandemia, o  governador tem se destacado. “Posso dizer que ele tem demonstrado, para todo o Brasil,  seu compromisso com a vida. E o estado continua crescendo”, avalia Dilmar Dal Bosco.

Para os deputados da base do governo, o governo têm alcançado êxitos. “O governador Mauro Mendes, hoje, com sua política, está sendo modelo para o Brasil e uma referência para todos os nossos pré-candidatos”, avaliam. “E acabou aquelas campanhas passadas, de saco de dinheiro chegando no interior, candidatos fazendo fila para buscar dinheiro no Palácio. Quer dizer, essa história triste foi afastada definitivamente neste governo nosso, e acredito nos próximos governos”, afirma. “É um grande exemplo para a classe política. Vamos eleger agora candidatos ideológicos, que não tenham compromisso com aquela politica nefasta do passado, que foi, a cada dia, contaminando os políticos de Mato Grosso”, acredita Pivetta.

 

 

1 COMENTÁRIO:

Vai ser lembrado como o pior governo desde Carlos Bezerra, em ruindades superou os Campos e superou o Taques, conseguiu ser pior. Educação, Saúde e Segurança às minguas. Só vai fazer se for interesse da FIEMT ou do AGRO ou da FECOMÉRCIO, e olha lá, porque é muito ganancioso na arrecadação de impostos e isto vem massacrando também os empresários. Se o nosso Estado é o único crescendo com a pandemia, isto significa que a mão pesada do Estado não foi sensibilizada com a pandemia. E pelo que sabemos, srs empresários que apoiaram a pessoa errada, vem muito mais imposto por aí, então é hora dos srs pensarem bem antes de continuar apoiando este moço (da arrecadação a todo custo) agora nas eleições municipais, que todos sabem, influencia muito as eleições para o Estado. Para o funcionalismo, seja ele municipal, estadual ou federal, MM nem pensar, o mesmo vai massacrar mais ainda e ainda ajudar o gov federal a massacrar os funcionários federais e municipais.
enviado por: Trindade Augusto em 25/08/2020 às 21:49:27
0
 
0
responder

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO