Domingo, 08 de Dezembro de 2019

Municipal
Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019, 15h:56

DADOS VAZADOS?

Abilio denuncia: Prefeitura de Cuiabá cedeu dados de contribuintes para empresa privada

Empresa privada disparou milhares de SMS para celulares de contribuintes cobrando o pagamento do IPTU. Abilio questiona que tipo de uso o prefeito faz dos dados sigilosos.

Jô Navarro

Reprodução

A prefeitura de Cuiabá cedeu os números de telefones dos proprietários de imóveis para uma empresa privada do ramo de disparos de SMS em 2018.

O Caldeirão Político analisou documentos obtidos pelo vereador Abilio Junior (PSC) por meio da Lei de Acesso a Informação.

Um dos documentos revela o pagamento por serviços de disparo de 253 mil SMS para cobrança da quarta parcela do IPTU 2018. Por este serviço a Sicom pagou R$ 32.00,30 à empresa Serviços Digitais Eirele ME, cujo titular é Vinicius Curvo Nunes.

Trata-se de uma empresa individual que informa dois endereços distintos. O primeiro, que conta no CNPJ, é de um edifício residencial na Avenida Marechal Deodoro em Cuiabá. O segundo endereço consta no Plano de Inserção (PI) 6517 enviado pela Ganzá Propaganda, fica na Avenida São Sebastião, 1.617, onde há dois blocos de edifícios residenciais.

Propaganda

 

Uso de contatos

Para o vereador Abilio Junior, "o questionamento  é SE esta empresa ou este tipo de serviço da prefeitura foi usado para vazar o banco de dados do cidadão cuiabano para a empresa de marketing mandar mensagem de propaganda do prefeito." 

Emanuel Pinheiro faz uso frequente de serviço de disparo de mensagens por WhatsApp para divulgar sua imagem, principalmente em datas comemorativas. A mais recente foi disparada esta semana comemorando o resultado de uma empresa de pesquisas local que o aponta com aprovação popular. 

Abilio Junior denunciou a prática e exige transparência por parte da Prefeitura e do prefeito Emanuel Pinheiro. Veja:

O banco de dados de contribuintes, inclusive dos cadastrados no programa Nota Cuibana, são sigilosos e não podem ser usados em benefício próprio, para campanha eleitoral, comercial,de promoção pessoal ou cedidos a terceiros. 

A Lei Geral de Uso de Dados veda a cessão de dados pessoais a terceiros, exceto em casos específicos e com autorização do titular.

O espaço está aberto para manifestação do prefeito.

 

 

 

 
PI - SMS

 

 

 

1 COMENTÁRIO:

Sr. Vereador, por que não investigar o novo projeto da SME DE CUIABÁ,,PROJETO DE 9 MILHÕES para VIGILÂNCIA ELETRÔNICA monitoramento, tirando os vigilantes noturnos da secretaria Municipal de Educação de Cuiabá Hoje são quase 900 trabalhadores da educação municipal Concursados e efetivos com a Função de Vigilantes da SME de Cuiabá, pois é esse dinehiro deve ser investido na EDUCAÇÃO, sala de aula, bibliotecas, salas de informáticas q não tem,etc...E principalmente e melhorias das infraestruturas das escolas. DINHEIRO PÚBLICO indo para terceiros, e como fica as criançada e profissional da educação municipal de Cuiabá.
enviado por: JOSÉ RICARDO DE FIGUEIREDO em 12/10/2019 às 18:47:33
0
 
0
responder

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO