Sexta-Feira, 07 de Agosto de 2020

Executivo

Sábado, 21 de Junho de 2014, 09h:58

INVESTINDO EM DIGNIDADE

Governo da Paraíba investe em condomínio exclusivo para idosos

Cícero Henrique

 

O Residencial Cidade Madura tem 40 unidades de 54m² totalmente adaptadas para idosos, com guarita de vigilância, uma praça, pista de caminhada, redário, sala de atendimento médico, centro de vivência e uma horta comunitária. O espaço é urbanizado dentro das normas de acessibilidade, segundo informa a assessoria de comunicação do Governo do Estado.

Em João Pessoa, o projeto representou um investimento de R$ 3,6 milhões. O Governo do Estado deve inaugurar, nos próximos meses, condomínios semelhantes nas cidades de Campina Grande e Cajazeiras. Nas três unidades foram investidos mais de R$ 12 milhões.

CONCESSÃO
Os moradores devem ser idosos e não podem modificar, emprestar, locar ou ceder os imóveis. Eles podem morar tanto sozinhos como com seus cônjuges. Eles pagarão apenas as despesas referentes à utilização do imóvel, que é de propriedade do Estado. A concessão só será reincidida caso o idoso manifeste interesse ou quando há perda de autonomia ou falecimento. Nesse caso, o imóvel é cedido para outro idoso.
 
DIGNIDADE
Na inauguração do residencial, o governador Ricardo Coutinho disse que a entrega deste 1º condomínio representa o resgate a dignidade daqueles que já lutaram muito e que agora poderão viver em um local com mais qualidade de vida. “Esse condomínio representa o respeito e dignidade para quem já lutou tanto nessa vida. É um espaço de convergência com habitabilidade e, principalmente, inclusão social. É possível fazer um espaço de qualidade para a pessoa idosa”, afirmou o governador, ressaltando a importância do padrão de qualidade e dos espaços de convivência do local. “Cada detalhe aqui foi pensado com muito cuidado e carinho desde a casa adaptada, a pista de caminhada, academia, a horta e redário para descanso que levam a convivência e o encontro das pessoas de uma mesma geração”, afirmou Ricardo.
 
EXEMPLO
 
[foto2]
A presidente da Companhia Estadual de Habitação Popular (Cehap), Emília Correia Lima, acredita que a experiência paraibana vai despertar a atenção de outros estados do país ao dar o direito ao idoso de poder viver e não apenas sobreviver. “Os idosos aqui terão mais facilidades para viver com uma casa ampla e adaptada as suas necessidades, locais de caminhadas e ginástica,  um núcleo de assistência à saúde, redário e um lugar de eventos. O lugar dos sonhos de muita gente”, afirmou a presidente. (Com informações da Secom/PB)

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO