Segunda-Feira, 11 de Dezembro de 2017

Taques reage e denuncia desembargador ao CNJ após afastamento de Jarbas | Caldeirão Político
Estadual
Quarta-Feira, 20 de Setembro de 2017, 20h:03

APÓS AFASTAMENTO DE SECRETÁRIO

Taques reage e denuncia desembargador ao CNJ após afastamento de Jarbas

"Todas decisões que o Orlando Perri tomou nesse caso foram esdrúxulas, esquisitas e teratológicas do ponto de vista judicial.", disse o governador Pedro Taques

Jô Navarro

Reprodução

O governador Pedro Taques falou no início desta noite sobre o afastamento do secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas, e imposição de uso de tornozeleira eletrônica. “Não aceito perseguições nem recados aos meus secretários,
o pior criminoso é o magistrado que abusa do poder pra tomar decisões parciais”, afirmou o governador.

Pedro Taques anunciou que vai acionar o desembargador Orlando de Almeida Perri ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).  

“Não aceito perseguições nem recados aos meus secretários”, disse Taques. O governador, asseverou que a investigação da chamada “Grampolandia" é um absurdo.ele destacou que grande parte das decisões do desembargador Perri tiveram parecer contrário do MPE. “Todas decisões que o Orlando Perri tomou nesse caso foram esdrúxulas, esquisitas e teratológicas do ponto de vista judicial. Todas serão rebatidas no foro e local apropriado. Todas com parecer contrário do Ministério Público”.

“Como cidadão e governador não concordo com decisão arbitrária e teratológica do Perri. Decisão que vem de juiz parcial, que está investigando, acusando, prejulgando em suas decisões”, disse o governador.

O governador afirma que a decisão será cumprida, assim como todas as demais decisões judiciais que chegam ao Executivo Estadual. “Decisão constitucional se cumpre, mesmo as mais absurdas. Eu seria o último a pedir que uma decisão judicial não seja cumprida.”

“Respeito absolutamente o delegado Rogers Jarbas. Respeito o cidadão, o pai de família e o profissional que ele é. Quero expressar minha absoluta confiança nele e nem preciso citar os índices da Segurança no Estado para isso”, disse.

Jarbas apresentou-se ao Tribunal de Justiça na tarde desta quarta-feira, acompanhado de aproximadamente 40 delegados, que prestaram apoio e também julgaram a atitude do desembargador como abusiva.

Confira abaixo:

 

 

 

2 COMENTÁRIOS:

Tá comendo de chegar em vc né Pedro taques
enviado por: Marcus em 21/09/2017 às 09:48:47
0
 
0
responder
Ahn ... só é perseguição qdo ocorre c ele. Com Lula e Dilma, não é. Taques reforça as ações de Moro, da PF e do MPF. Qdo as baterias se voltam pra ele aí não pode.
enviado por: Maria em 21/09/2017 às 06:07:46
0
 
0
responder

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO