Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020

Estadual
Terça-Feira, 16 de Junho de 2020, 10h:22

COVID-19 EM MATO GROSSO

Secretário de Saúde alerta: "Estamos abrindo tudo no pior momento da pandemia"

Apesar de discordar, Estado não intervirá na autonomia dos municípios, diz Gilberto Figueiredo

Jô Navarro

Reprodução

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (15.06), 6.390 casos confirmados por Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 223 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. As 10 mortes mais recentes envolveram residentes de Primavera do Leste, Lucas do Rio Verde, Várzea Grande, Sinop, Canarana, Cuiabá e Vila Bela da Santíssima Trindade. Segundo a SES, há ainda 5.102 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), casos suspeitos de covid-19.

Dos 6.390 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 3.485 estão em isolamento domiciliar e 2.386 estão recuperados. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 177 internações em UTI e 190 em enfermaria. Isto é, a taxa de ocupação está em 75,9% para UTIs e em 23,3% para enfermarias.

Nas últimas 24 horas, surgiram 286 novas confirmações em Alta Floresta (4), Alto Araguaia (1), Araputanga (1), Aripuanã (4), Barra do Garças (6), Cáceres (2), Campo Novo do Parecis (2), Campos de Júlio (14), Canabrava do Norte (3), Canarana (2), Chapada dos Guimarães (1), Colíder (7), Comodoro (7), Confresa (32), Cuiabá (34), Gaúcha do Norte (1), General Carneiro (1), Jaciara (1), Juína (1), Lambari D’Oeste (1), Lucas do Rio Verde (4), Mirassol D’Oeste (1), Nobres (2), Nossa Senhora do Livramento (8), Nova Brasilândia (1), Nova Lacerda (1), Nova Maringá (1), Nova Ubiratã (4), Novo Mundo (1), Paranatinga (4), Peixoto de Azevedo (13), Pontes e Lacerda (24), Porto dos Gaúchos (1), Porto Esperidião (2), Poxoréu (2), Primavera do Leste (20), Rondonópolis (15), Santa Carmem (2), Santo Antônio de Leverger (1), São Félix do Araguaia (1), São José do Rio Claro (2), São Pedro da Cipa (1), Sinop (1), Sorriso (1), Tangará da Serra (18), Tapurah (1), Vale de São Domingos (4), Várzea Grande (16), Vila Bela da Santíssima Trindade (1), Vila Rica (7) e municípios de outros Estados (1).

Isolamento

Na manhã desta terça-feira (16), durante coletiva de imprensa virtual, o secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo afirmou que o Estado não vai intervir na autonomia dos municípios para determinar - ou não - medidas restritivas ao comércio e de isolamento social, considerando decisão do Supremo Tribunal Federal que deu autonomia aos municípios para adotar as medidas de acordo com a realidade local. Figueriedo assinalou que o Decreto 522 editado pelo governador é orientativo, apresenta indicativos e parâmetros para auxiliar a decisão a ser tomada pelos prefeitos. “O governador Mauro Mendes não está obrigando, nem tem poder para fazer isso. O governo do Estado sugeriu uma escala, no decreto 522, mas a decisão final é dos prefeitos”, assinalou.

Fake News

Figueiredo citou, ao longo da coletiva, que há médicos em Mato Grosso que atuam no combate à covid-19 gravando vídeo afirmando que a pandemia é inventada. “Aqui no Estado de Mato Grosso, pasmem, tem médico que atua dentro de hospital de referência gravando vídeo dizendo que essa pandemia é algo inventado, que é por interesse comercial de alguém, por interesse político de alguém. Será que as 223 mortes são inventadas no estado de Mato Grosso? Será que os mais de 43 mil mortes no país são invenção?”.

Agora que a curva está ascendente, que a gente tem que segurar, estão flexibilizando e abrindo tudo

Segundo o secretário, as pessoas que relaxam os cuidados por estarmos em penúltimo lugar no país em número de casos acabam se expondo. “Acabam relaxando, continuam fazendo festa, continuam fazendo reuniões por aí a fora, indo para o shopping, indo para não sei aonde, não usando máscara, infelizmente eu tenho que dizer pra elas... muito provavelmente esta será uma que vai ser infectada e poderá necessitar de uma assistência que possa vir a faltar, por que o país, o mundo, os estados e municípios não estavam preparados para isso”.

Figueiredo voltou a alertar para a abertura da economia justamente no momento em que o número de casos da doença está aumentando. “Estamos abrindo tudo no pior momento da pandemia. Nós fechamos tudo muito cedo, quando haviam poucos casos, e agora que a curva está ascendente, que a gente tem que segurar, estão flexibilizando e abrindo tudo”.

Painel Covid - Estadão

curva de disseminação em MT

 

Leia também: Governo de MT aumenta valor da remuneração e reabre inscrições para profissionais de saúde

O secretário apelou à população que fique em casa, considerando a alta taxa de ocupação de leitos de UTI e clínicos. O número de caso está aumentando exponencialmente nos últimos 20 dias e pacientes podem ficar desassistidos.

Várzea Grande

Gilberto Figueiredo parabenizou a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos, pela decisão de garantir a construção de mais 10 UTIs não-covid, medida que visa garantir que os pacientes com outras enfermidades possam continuar a ser atendidos, pois boa parte das UTIs existentes estão sendo destinadas ao tratamento do coronavírus.

Aquisição de respiradores e equipamentos

O Governo do Estado informa nesta terça-feira que está adquirindo mais 80 ventiladores pulmonares, sendo 50 fixos e 30 móveis, que serão utilizados para a criação de mais leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nos hospitais regionais e transporte de urgência e emergência.

Os equipamentos foram comprados na China, uma vez que nas aquisições anteriores o Estado chegou a pagar três vezes menos que outros entes da federação por produtos similares, conforme auditoria da Controladoria-Geral do Estado (CGE-MT). Laudos técnicos também atestaram a qualidade e eficiência dos produtos comprados pelo governo para o tratamento dos pacientes da covid-19, que já estão sendo utilizados nos hospitais do estado.

Além dos respiradores, o governo está em processo de compra de equipamentos de proteção individual (EPIs), como 30,2 mil luvas de látex, 320 mil aventais, 40 mil capotes, 1,140 milhão de máscaras cirúrgicas e 250 mil máscaras N95. Também serão comprados mais 30 monitores, 400 mil testes covid-19, 2 equipamentos para testagem e 680 kits para a realização dos exames.

Assista AQUI íntegra da coletiva de imprensa.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO