Quarta-Feira, 15 de Agosto de 2018

Estadual
Domingo, 21 de Janeiro de 2018, 09h:48

ELEIÇÕES

Pedro Taques vai ajudar ou atrapalhar candidatos?

Cícero Henrique

Reprodução

Pedro Taques pensa em disputar a reeleição

Se o histórico de Pedro Taques é bastante substancial em duas vitórias(senado e governo), seu desempenho como cabo eleitoral em momentos decisivos também é. Em outros tempos candidatos sonhavam com o apoio dele nas eleições. Como aconteceu exatamente em 2014.

Nos tempos atuais talvez já não seja esse o caso. Ele já não detém a hegemonia estadual do PSDB e dos partidos da base aliada, embora se mantenha como principal referência no seu partido. É exatamente graças a esse trunfo que vem surgindo outros nomes. Fora do âmbito partidário, e quando se aborda a questão diretamente eleitoral, o apoio de Pedro Taques nas eleições deste ano dificilmente terá o peso que já teve em disputas anteriores.

A imagem da administração de Pedro Taques no Estado foi duramente atingida por ondas negativas durante todo o ano passado, e não existem muitos indicativos de que vá melhorar substancialmente até meados deste. Pode ser que na segunda metade do atual mandato, portanto a partir de 2019, a situação seja bastante mudada. Antes disso muito provavelmente não. Os problemas do cotidiano do governo não apenas surgem o tempo todo como explodem como crise vez ou outra. Numa análise rigorosa, todos setores do governo estão em colapso, todas funções basilares nas administrações estaduais, não estão funcionando bem. Aliás, quando funcionam. Maioria do tempo esses setores somente reagem aos constantes agravamentos da crise permanente.

O governador também tem enfrentado problemas na relação política com a Assembleia Legislativa. Mesmo quando obtém vitórias nas votações para matérias consideradas importantes para o Governo, as negociações passam por intrincadas conversas individuais. Os desgastes são inevitáveis em situações como essa.

A soma de todos esses fatores indica que candidatos as eleições proporcionais pelos próximos quatro anos terá que manter relativa distância da administração de Pedro Taques. Enfrentar o governo estadual nunca é fácil. Enfrentar essa dificuldade carregando nas costas o peso dos desgastes da imagem da Governo do Estado é tarefa certamente impossível.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO