Sábado, 14 de Dezembro de 2019

Estadual
Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019, 10h:22

MM X EMANUEL

Na entrega do HMC, Mauro entrega medições e anuncia retomada de obras

Redação

Tchelo Figueiredo

Durante a cerimônia de inauguração da última etapa do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), na noite desta segunda-feira (18), o governador Mauro Mendes aproveitou a oportunidade para responder aos boatos sobre paralisação das obras do HMC quando era prefeito da Capital.

O governador disse que era preciso repor a verdade e que Emanuel está equivocado quando afirma que ele abandonou as obras do HMC no final do mandato de prefeito da Capital. Mauro entregou ao prefeito um documento contendo todas as medições da época.

Retomada de obras
O governador anunciou a retomada das obras de outras duas importantes unidades hospitalares na Capital. Mendes afirmou que já na próxima semana serão apresentados os projetos e o cronograma para a entrega do Hospital Júlio Muller e do Hospital Central.

A obra do Hospital Júlio Muller foi iniciada em 2012 e paralisada dois anos depois, com poucos avanços. Já as obras do Hospital Central estão abandonadas desde 1984, ou seja, há mais de 30 anos.

“Nós vamos apresentar a retomada de dois grandes projetos para o Estado de Mato Grosso. Já temos recursos depositados em conta para o Hospital Central e grande parte desse recurso virá da recuperação do dinheiro desviado pela corrupção”, afirmou.

O governador reforçou que é antiga a reivindicação por um hospital estadual em Cuiabá que atenda procedimentos de alta complexidade.

“Fui lá por duas vezes e vi que tínhamos uma bela estrutura que resistiu depois de tantos anos paralisada. Decidimos que faríamos os projetos arquitetônicos, complementares, hidráulicos, de engenharia civil, de fundação, elétricos, estruturais e comunico que estamos finalizando esses projetos e na próxima segunda-feira vamos anunciar o que vai ser o grande hospital de alta complexidade de Mato Grosso. Em sequência, colocaremos em licitação. Serão 23 mil m² de construção. Só para ter uma ideia, esse hospital municipal aqui tem 21 mil m²”, explicou.

De acordo com o governador, a retomada das obras do Hospital Júlio Muller – que conta com uma estrutura de 58 mil m² - também vai melhorar, e muito, “a saúde pública de Cuiabá, da baixada, e do Estado de Mato Grosso”.

“Também estamos investindo no interior do Estado. Nós retomamos em janeiro dois hospitais que estavam sob a responsabilidade de OSS [Organizações Sociais de Saúde] em Rondonópolis e Sinop. Já registramos uma economia de R$ 25 milhões com isso, e prestando um serviço muito melhor. Estamos também reformando e ampliando o hospital de Rondonópólis, Sinop, Alta Floresta, com obras no Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, no CIOPS, no Adauto Botelho e, muito em breve, no Hospital Regional de Sorriso”, disse.

Mauro Mendes estava acompanhado dos secretários Mauro Carvalho (Casa Civil), Beto (Governo), Bustamante (Segurança), Gilberto (Saúde) e Rogério Gallo (Fazenda).

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO