Segunda-Feira, 03 de Agosto de 2020

Estadual
Segunda-Feira, 27 de Julho de 2020, 12h:01

COVID-19

MT ocupa última posição em ranking de transparência da Covid-19

Dentre as capitais, Cuiabá está em 22º lugar

Da Redação

Marcos Vergueiro/Secom-MT

Mato Grosso é o estado com menos transparência no ranking da Open Knowledge Brasil, organização que avalia a transparência da União e Estados na divulgação de dados relativos à pandemia do novo coronavírus.

O Índice de Transparência da Covid-19 da OKBR foi lançado em 3 de abril de 2020 e, desde então, vem sendo atualizado semanalmente, todas as quintas-feiras. Na nova versão, as publicações intercalam os resultados de União e estados e os das capitais.

A organização coletou dados disponíveis nos sites das secretarias de Saúde e Segurança Pública de Mato Grosso, além das redes sociais do governo. Na primeira avaliação realizada no dia 8 de julho, Mato Grosso obteve 33 pontos e ficou em último lugar. A avaliação mais recente, em 22 de julho, o estado obteve apemas 30 pontos, ficando entre os três que tiveram nota menor na segunda avaliação.

"No caso de Mato Grosso, embora seu boletim epidemiológico tenha sido reformulado de modo a se assemelhar a um painel, alguns conteúdos deixaram de ser informados nessa nova versão, como o total de notificações de Covid-19 e de SRAG, os detalhes de encaminhamento e evolução dos casos, além do gráfico de série histórica. O estado continua sendo o único ente avaliado que não apresenta painel de visualização aberto ao público, além de não disponibilizar nenhuma base de dados em formato aberto — os microdados também estão indisponíveis", informa o relatório.

Reprodução

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá

Cuiabá

A OKBR também avaliou a transparência das capitais brasileiras em relação aos dados abertos da Covid-19.

No último levantamento Cuiabá ficou na 22ª posição, à frente apenas de São Luiz (MA) e Aracajú (SE).

As capitais com 100% da pontuação são Vitória (ES) e Macapá (AP).

Saiba mais sobre a OKBR

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO