Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2019

Estadual
Quarta-Feira, 30 de Outubro de 2019, 07h:08

ADVERSÁRIO DE BOLSONARO

Governador do Rio de Janeiro nega interferência política em inquérito sobre morte de Marielle

Redação

Época Globo

Governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC)

Segundo o Estado de S. Paulo, “o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), negou na madrugada desta quarta-feira, 30, que tenha interferido nas investigações sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) ou vazado detalhes do inquérito à imprensa. Em comunicado publicado no Twitter, em resposta ao presidente Jair Bolsonaro, Witzel afirmou que em seu governo, “as instituições funcionam plenamente e o respeito à lei rege todas as nossas ações”. Witzel disse que a manifestação de Bolsonaro, em live, mais cedo, foi “intempestiva”.
Leia abaixo o comunicado na íntegra:

“Lamento profundamente a manifestação intempestiva do presidente Jair Bolsonaro. Ressalto que jamais houve qualquer tipo de interferência política nas investigações conduzidas pelo Ministério Público e a cargo da Polícia Civil. Em meu governo as instituições funcionam plenamente e o respeito à lei rege todas as nossas ações. Não transitamos no terreno da ilegalidade, não compactuo com vazamentos à imprensa. Não farei como fizeram comigo, prejulgar e condenar sem provas. Hoje, fui atacado injustamente. Ainda assim, defenderei, como fiz durante os anos em que exerci a Magistratura, o equilíbrio e o bom senso nas relações pessoais e institucionais. Fui eleito sob a bandeira da ética, da moralidade e do combate à corrupção. E deste caminho jamais me afastarei.””

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO