Quarta-Feira, 19 de Dezembro de 2018

Estadual
Segunda-Feira, 20 de Agosto de 2018, 08h:57

ELEIÇÕES 2018

Deu na Folha: O governo de Pedro Taques é pouco eficiente

Cícero Henrique

Reprodução

Capa da Folha de S. Paulo

Candidato à reeleição, o governador Pedro Taques (PSDB) amarga o impacto negativo da pouca eficiência de sua gestão.

Mesmo em tempos tão difíceis, o governo não fez muito. Quem diz isso é o REE-F (Ranking de Eficiência dos Estados - Folha) que foi publicado no domingo (19).

A pesquisa foi feita em 2017 e o estado de Mato Grosso aparece na 17ª posição, considerado pouco eficiente pelo ranking.

Agora, o Brasil sabe o que os mato-grossenses já sabiam, que o governo Pedro Taques fez pouco.

O governo de Mato Grosso fez muito pouco pela saúde e nas finanças, como mostra o levantamento reaizado pelo REE-F

O Ranking

O ranking, o REE-F é uma ferramenta inédita lançada pela Folha de S.Paulo e pelo Datafolha. Ela mostra quais estados entregam mais educação, saúde, infraestrutura e segurança à população utilizando o menor volume de recursos financeiros.

O levantamento considera 17 variáveis agrupadas em 6 componentes para calcular a eficiência na gestão dos 26 estados e detalha ainda a situação das finanças de cada um deles.

Santa Catarina, São Paulo, Paraná, Pernambuco e Espirito Santo lideram o ranking e obtiveram selo de "eficientes" por terem ultrapassado 0,50 no índice (numa escala de 0 a 1).

O objetivo do REE-F é quantificar o cumprimento, pelos governos estaduais, de funções básicas e previstas em lei segundo seus recursos financeiros.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO