Terça-Feira, 26 de Maio de 2020

Estadual
Quinta-Feira, 21 de Maio de 2020, 06h:48

COVID-19 EM MATO GROSSO

Com 1.090 casos de covid-19, MT compra 10.900 sacos lacrados para corpos

Segundo a SES, nem todos são para vítimas de covid-19

Redação

Secom/PGR

Covid-19

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quarta-feira (20.05), 1.090 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 32 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. As notificações de SRAG continuam aumentando e na quarta-feira eram 1.695.

Nas últimas 24 horas, surgiram 85 novas confirmações em Cuiabá (25), Rondonópolis (3), Várzea Grande (9), Barra do Garças (1), Primavera do Leste (4), Tangará da Serra (5), Lucas do Rio Verde (9), Sorriso (3), Rosário Oeste (4), Confresa (4), Peixoto de Azevedo (2), Nova Mutum (1), Querência (1), Alta Floresta (1), Pontes e Lacerda (2), Aripuanã (2), Conquista D’Oeste (1), Guarantã do Norte (2), Acorizal (1), Cotriguaçu (1), Bom Jesus do Araguaia (1), Novo Mundo (1), Ribeirão Cascalheira (1) e São José do Xingu (1).

Os casos confirmados estão em Cuiabá (334), Rondonópolis (99), Várzea Grande (94), Barra do Garças (61), Primavera do Leste (44), Lucas do Rio Verde (41), Tangará da Serra (40), Sinop (32), Sorriso (31), Rosário Oeste (30), Confresa (26), Peixoto de Azevedo (20), Cáceres (19), Nova Mutum (17), Jaciara (17), Querência (14), Alta Floresta (10), Tapurah (9), Pontes e Lacerda (9), Mirassol D’Oeste (8), Jangada (7), Chapada dos Guimarães (7), São Pedro da Cipa (6), São José dos Quatro Marcos (6), Vila Rica (5), Aripuanã (5), Pontal do Araguaia (4), Curvelândia (4), Campo Verde (4), Poconé (3), Nova Ubiratã (3), Nova Lacerda (3), Ipiranga do Norte (3), Guarantã do Norte (3), Conquista D’Oeste (3), Campo Novo do Parecis (3), Água Boa (3), Vila Bela da Santíssima Trindade (2), Vale de São Domingos (2), Rondolândia (2), Rio Branco (2), Poxoréo (2), Juscimeira (2), Cotriguaçu (2), Canarana (2), Alto Araguaia (2), Acorizal (2), União do Sul (1), Sapezal (1), São José do Xingu (1), São José do Povo (1), São Felix do Araguaia (1), Santo Antônio de Leverger (1), Santa Rita do Trivelato (1), Ribeirão Cascalheira (1), Porto Alegre do Norte (1), Ponte Branca (1), Novo Mundo (1), Nova Xavantina (1), Nova Olímpia (1), Nova Monte Verde (1), Nossa Senhora do Livramento (1), Nobres (1), Lambari D’Oeste (1), Jauru (1), Campos de Júlio (1), Bom Jesus do Araguaia (1), Alto Paraguai (1), Alto Garças (1), Alto Boa Vista (1), e residentes de outros Estados (21).

Sacos lacrados

Também na quarta-feira a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) adquiriu 10.900 unidades de sacos que poderão servir às 11 unidades hospitalares de Mato Grosso, às unidades referenciadas para o atendimento de pacientes com a Covid-19 e ao Serviço de Verificação de Óbito (SVO), de forma a munir os profissionais da Saúde com os itens necessários à rotina hospitalar. Os valores dos contratos totalizam R$163.499,00. Segundo a SES, o saco lacrado é um material não perecível – isto é, não tem validade – e levando em consideração o Protocolo de Manuseio de Cadáveres.  

De acordo com a área técnica de Vigilância Epidemiológica da SES, nos últimos 10 anos, Mato Grosso registrou uma média de 18 mil óbitos gerais por ano. Neste contexto, é importante frisar que os sacos lacrados são utilizados em outras circunstâncias e não apenas naquelas que tratam do coronavírus. Este item é útil em qualquer situação que envolva uma doença infectocontagiosa, alerta a secretaria.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO