Quarta-Feira, 25 de Abril de 2018

Cidades

Quinta-Feira, 04 de Janeiro de 2018, 07h:41

ÔNIBUS MAIS CARO

Tarifa de ônibus aumenta hoje para R$ 3,85 em Cuiabá e Várzea Grande

Redação

Reprodução

As reformas de Michel Temer tem ocorrido no sentido de ferrar com os trabalhadores

Começou a vigorar nesta quinta-feira (04-01) o aumento da tarifa de ônibus em Cuiabá e Várzea Grande. O valor que era de R$ 3,60 passa a custar R$ 3,85.

Em Cuiabá o novo valor foi aprovado pela Arsec na última sexta-feira (28). O reajuste visa cobrir perdas inflacionárias, aumentos nos preços dos combustíveis, de peças e de gastos com pessoal.

Em Várzea Grande a prefeita Lucimar Campos determinou o aumento da tarifa por meio de decreto, anuindo aos argumentos da Arsec na Capital.

Fiscalização intensificada em Cuiabá

O prefeito Emanuel Pinheiro determinou que a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) intensifique a fiscalização do transporte público para garantir o atendimento de qualidade.

De acordo com o diretor de Transporte da Secretaria de Mobilidade Urbana, Nicolau Budib, diante do aumento de fluxo na cidade, as ações de fiscalização estão sendo intensificada, buscando atender as necessidades diárias dos usuários.

“Além do trabalho rotineiro, a equipe vem intensificando as ações para melhor atender as demandas dos nossos usuários, de maneira que elas sejam resolvidas sem maiores contratempos e dentro de um prazo satisfatório. Este acompanhamento assíduo também nos aproxima mais da população, conseguimos dimensionar mais as necessidades dela, melhorando esses atendimentos e resolutivas na esfera do transporte coletivo”, destaca Nicolau.

Em relação a lotação no transporte público, ele lembra que é o fenomeno não é isolado. "Acontece em horários pontuais, os famosos horários de ‘pico’. Neste cenário, o que não podemos é deixar acontecer a superlotação, que é uma situação desumana, ferindo os direitos do cidadão,” diz.

Melhorias para os usuários do transporte público

Linhas expressas – Como o objetivo é reduzir o tempo de viagem entre os bairros e o Centro da capital, no horário de ‘pico’, Cuiabá agora conta com quatros linhas expressas, circulando desde abril de 2017 na região do Coxipó, com linhas nos bairros Pedra 90, Osmar Cabral, Parque Cuiabá, Santa Terezinha. Com as linhas em circulação, o tempo de percurso das viagens já foi reduzido em até 60%. A previsão e que mais uma linha seja implantada em 2018.

Estação Alencastro – Com previsão para ser entrega à população ainda esta semana, a Estação Alencastro irá receber até cinco mil passageiros por dia, com uma capacidade de acomodação simultânea equivalente a 760 pessoas, a estação traz uma tecnologia inovadora idealizada pelo prefeito Emanuel Pinheiro, a fim de proporcionar viagens mais confortáveis e seguras. Com a instalação de 150 placas solares, o novo ponto de parada será climatizado e vai operar de maneira sustentável e eficiente, aos moldes dos padrões internacionais que vigoram na construção de abrigos de ônibus nas principais capitais do mundo.

A estação será o ponto de parada mais utilizado pelos usuários que contam com o transporte público para se direcionar a locais como o Santa Amália, Terminal do CPA I, Grande Terceiro, Terminal Antártica, Jardim Gramado, Santa Terezinha, Pedra 90, entre outros. As nove linhas que passarão diariamente pelo local correspondem a 107, 604, 320, 340, 608, 410, 711, 605 e 609.

Ao todo, uma frota equivalente a 41 veículos fará sua parada em horários pré-estabelecidos no espaço. O fluxo de percursos efetuados também será elevado nos horários de pico. Das 6h às 8h, cerca de 100 viagens serão feitas. Entre às 11h e 13h, 71 serão realizadas, enquanto ao final do dia - mais precisamente entre às 16h e 18h - o número volta a crescer, atingindo aproximadamente 85 corridas.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO