Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Cidades

Segunda-Feira, 04 de Dezembro de 2017, 09h:16

ESCOAMENTO DA PRODUÇÃO

Produtores apoiam construção de ferrovia que liga MS a Paranaguá

Redação

Reprodução

Escoamento da produção agrícola deve ser facilitado com nova construção

Na última semana, o governo do Paraná anunciou a intenção em construir uma ferrovia ligando o Porto de Paranaguá a Dourados, no Mato Grosso do Sul. Na avaliação do presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado (Famasul), a ferrovia trará benefícios diretos ao setor.

“Mato Grosso do Sul tem uma forte vocação agropecuária, a exemplo da região Centro-Sul, que é responsável por mais de 78% da produção de grãos do estado. A ferrovia proporcionará maior competitividade ao agro, principalmente, com a diversificação do modal de transporte”.

Para o governador de MS, Reinaldo Azambuja, a publicação do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) é um passo importante para a consolidação do projeto que trará inúmeros benefícios à produção do Estado, atualmente escoada somente por modal rodoviário.

“Nosso grande gargalo é a logística. Não tenho dúvidas de que a construção desse modal ferroviário é o caminho para aumentar a competitividade da produção, ampliar a oferta, os dividendos aos produtores e agregar valor aos nossos produtos”, afirmou.

Modernização

 Com extensão de mil quilômetros, a nova ferrovia irá interligar o município de Dourados ao litoral do Paraná. Desses, somente 250 quilômetros já existem no trecho entre Cascavel e Guarapuava.

“A previsão é termos a redução do custo de transporte em cerca de trinta por cento, ligando essas duas importantes regiões produtoras do País”, destacou o governador do Paraná, Beto Richa, sobre a malha ferroviária, apontada como a mais econômica.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO