Terça-Feira, 21 de Agosto de 2018

Cidades

Domingo, 05 de Março de 2017, 16h:09

SEGURANÇA

Polícia Civil apreende menores envolvidos em homicídio em Primavera do Leste

Redação

A Polícia Judiciária Civil (PJC) esclareceu o primeiro homicídio ocorrido em 2017 no município de Primavera do Leste (231 km ao Sul de Cuiabá). Menos de uma hora após o crime, dois menores foram apreendidos pela autoria da morte de um jovem de 18 anos.

Os dois adolescentes, ambos de 17 anos, foram autuados em ato infracional análogo a homicídio qualificado e posse ilegal de munições.

O crime ocorreu na noite da última sexta-feira (03.03), nas proximidades da unidade do Corpo de Bombeiro Militar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), no bairro Centro-Leste.

Um jovem de 18 anos, que andava pela rua, foi abordado por duas pessoas que efetuaram vários tiros de arma de fogo. A vítima, atingida por três disparos, chegou a receber atendimento do SAMU, no entanto, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Policiais civis da Divisão de Homicídios de Primavera do Leste iniciaram as investigações e, rapidamente, identificaram os dois menores envolvidos.

Conforme a delegada, Anamaria Machado Costa, com a descoberta dos suspeitos, a equipe foi até a casa de um deles, onde foram apreendidas 20 munições de calibre 22, expansiva, e um coldre para revólver.  “O outro adolescente já esteve internado por praticar ato infracional da mesma natureza”, lamentou Anamaria Machado Costa.

Os adolescentes foram conduzidos à Delegacia de Polícia. Eles negaram a autoria, porém, confessaram que estavam presentes no local e na hora do homicídio. Eles irão responder a ato infracional de homicídio qualificado e posse ilegal de munições.

Ainda em depoimento, um dos apreendidos contou que havia anteriormente se desentendido com a vítima, por causa de uma moto proveniente de roubo ou furto.

De acordo com o delegado regional de Primavera do Leste, Rafael Fossari, a rápida elucidação do crime contra a vida foi resultado da eficiência e empenho dos policiais civis.

“Estamos com um projeto de meta de conclusão célere de crimes de homicídios, de anos anteriores, para a redução da criminalidade e de motivações advindas de tráfico de drogas e crimes passionais”, destacou.

A Polícia Civil lembra sobre a importância de a população denunciar crimes que afrontam o bem maior, a “vida”. Denúncias podem ser feitas pelo celular e Whatsapp da Divisão de Homicídios (66) 99994-5860, e o 197.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO