Terça-Feira, 13 de Novembro de 2018

Cidades

Domingo, 24 de Agosto de 2014, 12h:05

INTERDIÇÕES GERAM DESCONFIANÇA

Interdição de viaduto e trincheira fazem do governo principal cabo eleitoral da oposição

Cícero Henrique

 A Prefeitura de Cuiabá, responsável pelo trânsito, terá que buscar alternativas de desvios e  nas principais avenidas e ruas na região do Centro Político e Administrativo (CPA). 

Além disso, a trincheira Santa Rosa também teve as obras interditadas  a pedido do Ministério Público Estadual. O motivo foi o não cumprimento de programa de estabilidade de encostas pela empresa Camargo Campos, responsável pela contrução da trincheira. O Conselho Regional de Engenharia, a pedido da Assembleia Legislativa, fiscalizou a obra e identificou o problema. A Secopa foi notificada pelo MPE para interditar imediatamente a obra. A Secretaria Estadual de Meio ambiente (SEMA), também foi notificada para não renovar a licença enquanto não estiver tudo regularizado.
 
A Secopa também foi notificada pelo MPE a prestar esclarecimentos sobre a interdição do viaduto da Sefaz. O Consórcio VLT anunciou na semana passada que o viaduto ficará interditado "para reestruturação" por mais 4 meses.
 
As duas interdições levaram a Procuradoria Geral do Estado (PGE) e a Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa) a decidir pela notificação das empreiteiras responsáveis pelas obras públicas da Copa do Mundo, quanto às garantias legais e a qualidade dos serviços contratados pelo Governo do Estado.
 
O governador Silval Barbosa determinou a cobrança de relatório detalhado, ao responsável pela obra, o Consórcio VLT, formado pelas empresas CR Almeida, Santa Bárbara, CAF Brasil, Magna e Astep. O governador garantiu que os reparos necessários não incidirão ônus ao Tesouro Estadual, resguardado por garantias legais estabelecidas no Código Civil e em outras legislações, além daquelas obrigações previstas nos contratos. 
 
Enquanto os problemas com as obras se multiplicam na capital mato-grossense, os motoristas que diariamente são obrigados a trafegar nestes trechos precisarão de muita paciência para encarar por tempo indeterminado mais desvios, congestionamentos e poeira.
 
Leia também
 
 
 
Em pleno período de campanha, o governo Silval Barbosa (PMDB) acaba sendo o principal cabo eleitoral da oposição. 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO