Sábado, 04 de Julho de 2020

Cidades
Sábado, 11 de Janeiro de 2020, 08h:45

CUIABÁ

Hospital Estadual Santa Casa realiza mutirão de cateterismo e atende pacientes de 16 municípios

Pacientes atendidos estavam na fila da regulação

Reprodução

Hospital Santa Casa

Depois de ativar os serviços de hemodinâmica, o Hospital Estadual Santa Casa iniciou, na sexta-feira (10.01) o primeiro mutirão de 2020 para a realização de 30 cirurgias de cateterismo cardíaco – procedimento de alta complexidade que vai atender pacientes de 16 municípios do Estado que aguardam há meses na fila do Sistema de Regulação.

Os pacientes que estão agendados para realizar os procedimentos cirúrgicos são dos municípios de Alta Floresta, Cuiabá, Chapada dos Guimarães, Cáceres, Confresa, Juína, Mirassol D’Oeste, Nova Mutum, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda, Sorriso, Sapezal, Santo Antônio do Leverger, São Jose dos Quatros Marcos, Tangará da Serra e Várzea Grande.

O primeiro paciente convocado para realizar o procedimento é o senhor, Luiz Carlos Tangi, de 56 anos, que veio do município de Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá. Satisfeito, ele disse que “foi ótimo ter sido chamado para fazer a cirurgia”. “Eu estava esperando há muito tempo, mas finalmente fui chamado, isso foi muito bom”, avaliou.

Também convocada para realizar a cirurgia neste mutirão, a senhora Elena Maria Bueno dos Santos, moradora de Várzea Grande, elogiou e destacou que o Hospital Estadual “é um lugar agradável, fui muito bem recepcionada e atendida aqui”.

De acordo com diretora do Hospital Estadual Santa Casa, Danielle Carmona, a equipe da unidade entrou em contato com 304 pacientes, sendo que 35 estavam aptos para o procedimento, 88 já haviam realizado a cirurgia e 153 estavam com o cadastro desatualizado e, por essa razão, não foram encontrados. “Todos os pacientes contemplados por esse mutirão já estavam aguardando pelo procedimento na fila da regulação”, pontuou a diretora.

Cateterismo

O cateterismo cardíaco é um procedimento que pode ser utilizado para diagnosticar ou tratar doenças cardíacas e consiste na introdução de um cateter, um tubo flexível extremamente fino que é conduzido até o coração por meio da artéria do braço ou da perna do indivíduo.

A realização dos procedimentos cirúrgicos faz parte do plano estratégico de atendimentos do hospital. A oferta desses serviços tem o objetivo de reduzir substancialmente a fila de espera de todos que aguardam por procedimentos cirúrgicos.

O novo hospital presta atendimentos aos pacientes do Sistema Único de Saúde, via Central de Regulação, nas áreas de Oncologia (tratamento de câncer), Hemodinâmica, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto, Pediátrica e Neonatal, Pronto Atendimento Infantil, cirurgias pediátricas e cirurgia geral.

Nesta ação, a direção da unidade organizou os trabalhos em duas fases. No primeiro dia, a equipe do centro cirúrgico operará 16 pacientes. Neste sábado (11.01), os procedimentos continuam e serão operados mais 14 pacientes, totalizando 30 cirurgias.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO