Sexta-Feira, 25 de Maio de 2018

Cidades

Quinta-Feira, 19 de Abril de 2018, 19h:59

CRISE FINANCEIRA

Funcionários do hospital Santa Rosa cruzam os braços

Jô Navarro

Jô Navarro/Caldeirão Político

Funcionários de todos os setores do Hospital Santa Rosa, em Cuiabá, decidiram cruzar os braços nesta quinta-feira (19).

Sem receber salários há dois meses, os trabalhadores não encontraram outra alternativa. Até mesmo o centro cirúrgico está parado depois que os médicos foram informados que não há dinheiro em caixa e nem previsão para pagamento dos salários.

Segundo uma fonte do Caldeirão Político, cerca de 80% dos médicos, atualmente, são residentes.

Um dos motivos da crise no HSR seria a dívida do MT Saúde, problema que afeta outros hospitais privados na Capital, como o São Mateus e Jardim Cuiabá.

Leia também: Proibição de estacionar no entorno de hospitais favorece estacionamentos privados

A dívida do MT Saúde com a rede privada, no início de fevereiro de 2018,  foi calculada em R$ 30 milhões. Outras unidades particulares, além do Hospital Santa Rosa, também possuem problemas com repasses do poder executivo.  Já o Hospital São Matheus não atende usuários do MT Saúde há três anos.

Tentamos contato com a administração do hospital Santa Rosa para ouvir seu posicionamento, mas sem sucesso.

(Atualizada na sexta-feira às 11h) - Hoje (20-04) o atendimento está normal no pronto atendimento do hospital. Como as equipes trabalham por turnos, hoje ainda não houve uma manifestação dos funcionários, mas isto não está descartado.

Segundo um funcionário que não quis se identificar a administração do Santa Rosa não tem conversado com os trabalhadores, que não fazem ideia de quando receberão os salários atrasados.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO