Sábado, 06 de Junho de 2020

Cidades
Sábado, 28 de Março de 2020, 09h:19

CUIABÁ

Direita-MT lidera carreata para pressionar prefeito de Cuiabá a reabrir comércio; SES recomenda isolamento

Em 8 dias, número de casos de Covid-19 em MT saltou de 59 suspeitos e 1 confirmado para 556 suspeitos e 14 confirmados

Jô Navarro

Reprodução

Cuiabá - Empresários, comerciantes, motoristas de aplicativos, dentre outros, liderados pelo presidente da Direita-MT, Rafael Yonekubo, fizeram uma carreata na noite de sexta-feira (27) para pressionar o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, a autorizar a reabertura do comércio.

Cerca de 200 pessoas em seus veículos fizeram um buzinaço em frente a casa do prefeito, no Jardim das Américas, e seguiram até a Praça 8 de Abril.

Decreto municipal conflita com o estadual, que autorizou o funcionamento do comércio, desde que mantidas as exigências sanitárias de uso de álcool gel e manter distância de 1,5m entre as pessoas. 

No Brasil havia até sexta-feira (27), segundo dados do Ministério da Saúde, 3.417 casos confirmados (aumento de 17%) de Covid-19 e 92 óbitos (aumento de 19%).

Em Mato Grosso a SES-MT confirma 14 casos e 556 casos suspeitos. Dentre os suspeitos, 30 estão hospitalizados, sendo que 18 em enfermaria e 12 na UTI (10 em Cuiabá, 1 em Sorriso e 1 em Tangará da Serra). A faixa etária dos pacientes com diagnóstico de Covid-19 varia de 26 a 50 anos, diferente do que ocorre em São Paulo, onde a maioria dos diagnosticados é de idosos.

Em coletiva de imprensa na tarde de sexta-feira o secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueredo recomendou: "Primeiro devem ouvir ao seu instinto, seu poder de ação e ao seu poder de arbítrio. Se você pode ficar em casa, fique em casa, esse é o nosso apelo. Que nesse momento, mesmo sendo um sacrifício, fique em casa, evitem contato social, aglomerações ... temos que diminuir a proporção de pessoas circulando para evitar essa contaminação de forma maior."

Em Mato Grosso o primeiro caso confirmado de Covid-19 foi testado no dia 16 de março pelo laboratório do Hospital Santa Rosa. O Estado confirmou o caso no dia 19, logo após ser informada do resultado do teste realizado no Lacen, laboratório de referência. Naquele dia a SES-MT registrou 87 notificações e 59 casos suspeitos. Na sexta-feira (27) , oito dias após o primeiro dignóstico positivo, já há 646 notificações, 556 suspeitas e 14 casos confirmados no Estado.

O vírus no mundo

Os casos confirmados de coronavírus nos Estados Unidos chegam a 100.040, o maior número registrado no mundo, segundo contagem da agência de notícias Reuters.

A Itália vem na sequência, com 86.498 casos, e a China ocupa a terceira posição, com 81.340 infecções confirmadas.

Há alguns dias, o prefeito de Milão Giuseppe Sala pediu desculpas por ter divulgado um vídeo, um mês atrás, quando haviam 200 infectados, incentivando a cidade a não parar. "Ninguém tinha entendido ainda a violência do vírus. Hoje já são quase 5 mil mortos.

MUNDO - 27/03/2020
Casos confirmados: 529,614
Casos ativos: 384,446
Casos recuperados: 121,454
Casos fatais: 23,714

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO