Terça-Feira, 13 de Novembro de 2018

Cidades

Quinta-Feira, 08 de Fevereiro de 2018, 15h:09

FAIXAS EXCLUSIVAS DE ÔNIBUS

Dia 15 de fevereiro inicia a fiscalização e autuação para quem transitar nas faixas exclusivas

Motoristas devem ficar alertas em relação a proibição de trafego nas faixas exclusivas

Ana Cláudia Fortes

Gustavo Duarte/Sicom

A prefeitura de Cuiabá por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), iniciou na última segunda-feira (05) uma campanha educativa para as faixas exclusivas de ônibus. Nesse período, os condutores que forem pegos trafegando pelas faixas serão notificados pelo sistema de videomonitoramento. No dia 15 de fevereiro inicia a fiscalização e autuação para quem cometer a infração.

Conforme o diretor de Trânsito da Semob, Michell Diniz, essa semana os agentes em campo e na Central de Controle de Mobilidade Urbana (CCMOB) estão realizando trabalhos educativos, enviando notificações aos que circularem pelas faixas.

“O condutor que receber notificações nesse período, não terá pontuação na CNH e nem pagará multa, ela vai como notificação da campanha educativa, para que ele saiba que cometeu uma infração”, explica Diniz.

Hoje, segundo a normatização estabelecida no Código de Trânsito, podem andar nas faixas exclusivas, os ônibus, táxis, ambulâncias e vans escolares. Quem for pego transitando pela faixa exclusiva, o que é classificado como infração gravíssima, receberá 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa de R$ 293,00. No ano passado, mais de 15 mil notificações orientativas foram enviadas através da Central de Monitoramento aos condutores que cometeram a infração. Os alertas foram de cunho educativo, sem qualquer cobrança de multa vinculada.

"Nesta primeira semana daremos orientação aos que ainda tem dúvidas de como e quando podem entrar na faixa exclusiva, e a partir do dia 15 aplicaremos a penalidade para aqueles que cometerem a infração”, completou Michell Diniz.

Pelas ruas e avenidas de Cuiabá, ônibus estão circulando com a mídia da campanha para que os motoristas fiquem cientes sobre o uso da faixa e durante esta semana, faixas aéreas serão colocadas ao longo vias em que há a faixa.

Cuiabá conta com 12,5 quilômetros de faixas exclusivas nas principais avenidas da cidade, Getúlio Vargas, Isaac Póvoas, Generoso Ponce, Tenente Coronel Duarte (Prainha) e avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA). As vias possuem sinalização horizontal e também vertical, com placas indicando que a faixa é exclusiva para ônibus, de segunda a sexta-feira, das 6h às 20h, e aos sábados, das 7h às 14h.

Espalhadas em pontos estratégicos, as 32 câmeras que compõem o sistema de videomonitoramento, exercem papel orientativo, fiscalizatório, ordenador e já estão sendo utilizadas para autuar caminhões pesados que trafegam no Centro de Cuiabá.

“O prefeito Emanuel Pinheiro não tem como objetivo penalizar os munícipes, nós enquanto gestores e como habitantes, queremos um trânsito melhor para Cuiabá. As faixas exclusivas diminuem o tempo de viagem para quem depende do transporte coletivo, então usaremos o videomonitoramento para fiscalizar e para que assim os motoristas respeitem”, afirma o secretário, Antenor Figueiredo.

Para evitar uma multa, o ingresso dos veículos nas faixas só é permitido para fazer a conversão à direita e deve ser feito ao final da linha contínua, onde começa a linha tracejada ou sinalizando que vai entrar na próxima quadra. O acesso à faixa exclusiva também é permitido para entrar em residências ou estacionamentos.

“Vários pontos da faixa já sugerem essa possibilidade, por meio do seu seccionamento, nos casos em que o motoristas precisarem acessar algum comércio ou residência por exemplo, só que notamos que há muitas dúvidas em relação a isso. Nesses casos, o motorista pode fazer o uso da faixa, mas sinalizando a rota que vai entrar, sempre fazendo o uso da seta. Os agentes que estarão fiscalizando estão de olho nos condutores que usam a faixa como rota de fuga, como pista livre, esses sim serão penalizados”, finaliza Michell Diniz.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO