Segunda-Feira, 10 de Agosto de 2020

Cidades

Segunda-Feira, 12 de Outubro de 2015, 12h:00

ENFRENTANDO O TRÂNSITO

Bombeiros reativam serviço de motolância em Cuiabá

Redação

 Começa a funcionar em Cuiabá, na terça-feira, 13 de outubro, o serviço de motolâncias. Trata-se de mais um apoio do trabalho prestado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) por meio de  motocicletas que prestarão o primeiro atendimento no local do acidente até a chegada da ambulância. O serviço começa a funcionar com três unidades, sendo que uma fica na reserva.

Segundo o diretor do Samu, coronel do Corpo de Bombeiros Vicente Manoel de Deus Neto, o serviço já era prestado anteriormente mas estava há quase um ano parado. "Resolvemos retomar o serviço que é de grande valia em um trânsito complicado como está o de Cuiabá, principalmente no horário de grande fluxo de veículos. As motocicletas transitam muito mais rapidamente e irão chegar antes das ambulâncias", ressaltou. 
 
O diretor esclarece que as motocicletas são pilotadas por enfermeiros, habilitados para conduzir moto. Eles carregam equipamentos como desfibrilador automático, medicações e materiais de imobilização para prestar os primeiros socorros aos pacientes. "O enfermeiro irá aplicar o protocolo internacional de atendimento pré-hospitalar, fará a segurança do local do acidente, irá avaliar a vítima e repassar para a ambulância que está a caminho e se possível realizar a estabilização da vítima, cabendo à ambulância a imobilização e o transporte para a unidade hospitalar, se necessário", completou. 
 
Com o retorno das motolâncias, em tese o SAMU passará de 10 para 12 veículos atendendo a região metropolitana de Cuiabá. A ideia inicial, de acordo com o diretor, é de que as motolâncias partam da base do Serviço Móvel de Urgência para a realização dos atendimentos, mas futuramente elas serão agregadas aos pontos estratégicos na capital. 
 
"Utilizaremos as motolâncias nos horários de pico, quando o fluxo do trânsito fica mais difícil de trânsitar. A entrada das motolâncias irá reduzir o tempo de resposta do SAMU", afirmou. 
 
Atendimentos
De junho a agosto deste ano, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência realizou 7.223 atendimentos, sendo que destes 1.876 foram resultantes de acidentes motociclísticos, 293 de acidentes automobilísticos, 107 acidentes ciclísticos e 158 atropelamentos.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO