Terça-Feira, 22 de Setembro de 2020

Cidades
Quinta-Feira, 30 de Julho de 2020, 13h:02

DILMOU

Abilio compara Emanuel a Dilma e dispara: "é burro ou mal assessorado”

Redação

Reprodução

Cuiabá - Indignado com as recorrentes medidas e decretos adotados pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), o vereador Abilio Junior (Podemos) cobrou do prefeito Emanuel Pinheiro a adoção de medidas mais eficazes no combate ao Coronavírus.

“Eu acho que o prefeito é burro ou mal assessorado. Desculpa usar esses termos. Não é possível que um cara, formado em Direito, professor de Direito Constitucional, acha que essas medidas que ele tá tomando vai conseguir resolver o problema do Covid em Cuiabá”, disse Abilio durante na manhã desta quinta-feira (30).

O vereador comparou as ações do prefeito com as da ex-presidente Dilma Russef, que viraram “memes” nas redes sociais, incoerentes e confusos. Uma delas, por exemplo, foi quando Dilma Rousseff afirmou que as pessoas poderiam “estocar vento” para burlar a crise econômica.

Secom

Abilio Junior

 

Abilio citou o número de pessoas contaminadas em Cuiabá que, conforme dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES), ultrapassa 10 mil casos, sendo 515 óbitos, até o último dia 29 de julho. Para o vereador, as ações do prefeito têm relação direta com a quantidade de ocorrências registradas na Capital. “O prefeito ajuda mais o Covid do que a própria população”, disse.

O vereador lembrou algumas das medidas adotadas por Pinheiro, como: usar drones para desinfeccionar condomínios residenciais, ao custo de R$ 280 mil, por três meses; decretar a redução do horário de funcionamento do comércio e o rodízio de carros, conforme placas e CPFs dos proprietários.

“Medida inteligente mesmo se ele colocasse a rede primária de saúde pra ajudar, de maneira eficaz no tratamento precoce, na identificação; aumentar o número de médicos”, sugeriu Abilio.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO