Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018

Brasil

Terça-Feira, 26 de Junho de 2018, 13h:34

CONDENADO A 30 ANOS

Tofolli, Lewandowski e Gilmar Mendes mandam soltar Zé Dirceu

Jô Navarro

Reprodução

 

Condenado a 30 anos e 9 meses de prisão, o petista José Dirceu vai para casa. Ele começou a cumprir pena no dia 18 de maio, após esgotados os recursos no TRF-4, que confirmou a condenação.

A 2ª Turma do STF concedeu liminar para libertar José Dirceu da prisão. A decisão foi tomada a partir de umhabeas corpus protocolado pela defesa de Dirceu. O ministro Dias Toffoli (relator), Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes votaram para soltar o petista alegando problemas na dosimetria da pena e questões de prescrição. Entenderam que o cálculo da pena pode ser revisto e Dirceu pode aguardar em liberdade o julgamento do recurso contra a condenação.O ministro Celso de Mello não estava presente na sessão.

O relator da Lava Jato, ministro Edson Fachin, foi vencido. Ele questionou o voto do relator e disse que vai contra ao entendimento do plenário.

Mais derrotas da Lava Jato

Hoje a Segunda Turma também trancou ação penal contra Fernando Capez; confirmou a soltura de Milton Lyra;acolheu pedido de Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo e anulou provas recolhidas pela Polícia Federal na busca realizada no apartamento funcional dela, no âmbito da Operação Custo Brasil;soltou João Cláudio Genu.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO