Representantes de sete partidos de oposição (PT, PCdoB, Psol, PCB, PCO, PSTU e UP) e de cerca de 400 entidades entregaram na manhã desta quinta-feira n(21) , na Câmara dos Deputados, um novo pedido visando o impeachment do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Para os signatários, Bolsonaro cometeu crime de responsabilidade. Eles consideram que o presidente atentou contra a saúde pública durante a pandemia do novo coronavírus, por meio de declarações e da participação em atos públicos em desacordo com orientações de autoridades sanitárias.

O líder do PT na Câmara, deputado federal Enio Verri (PT-PR), disse durante sessão virtual do Congresso Nacional, que se trata de um momento histórico, em que vários movimentos se uniram em reação à postura do governo diante do aumento de casos da Covid-19 no País.

Ainda na mesma sessão, a deputada federal Dra. Soraya Manato (PSL-ES) saiu em defesa do presidente, destacando a hipótese de impeachment. “Vão ter que engolir Bolsonaro por mais [quase] três anos, vão ter que respeitar a autoridade máxima.