Segunda-Feira, 03 de Agosto de 2020

Brasil

Sábado, 25 de Julho de 2020, 08h:49

DEU NA REVISTA VEJA

O casal Fabrício Queiroz e sua mulher podem ir para o xilindró em breve

Redação

Reprodução

Márcia Oliveira de Aguiar e Queiroz

A coluna “Radar”, da revista “Veja”, sugere que o policial militar aposentado Fabrício Queiroz e sua mulher, Márcia Aguiar, podem ir para o xilindró em breve. Os dois estão usando tornozeleira eletrônica e, se fugirem, podem ser localizados. Se quebrarem o aparelho, estarão cometendo um crime. Outro crime.

A nota da “Veja”: “Interlocutores de Felix Fischer no STJ recomendam a Fabrício Queiroz e Márcia Aguiar que aproveitem o chuveiro quente da prisão domiciliar. A hospedaria deve piorar em breve”.

Felix Fischer, ministro do Superior Tribunal de Justiça, é o magistrado que vai decidir se mantém Fabrício Queiroz e Márcia Aguiar em liberdade, ou melhor, prisão domiciliar. Márcia Aguiar, por sinal, descumpriu uma decisão da Justiça e fugiu, mas foi premiada, pela Justiça, com a prisão domiciliar.

Considerado como ministro tão sério quanto firme em suas decisões, Feliz Fischer possivelmente devolverá Fabrício Queiroz à prisão, para onde chegará acompanhado da mulher, Márcia Aguiar. É o que sugere a “Veja”.

Fabrício “Rachadinha” Queiroz era, até pouco tempo, o primeiro-amigo do senador Flávio Bolsonaro, do partido Republicanos. O ex-PM é conhecido como Rei das Rachadinhas. Ele supostamente comandava a operação que pegava parte do salário dos funcionários do gabinete de Flávio Bolsonaro, quando este era deputado estadual no Rio de Janeiro.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO