Segunda-Feira, 23 de Abril de 2018

Brasil

Sábado, 07 de Abril de 2018, 12h:03

COMÍCIO DE LULA

Lula discursa, ataca a imprensa, a PF, Moro e se autoproclama mito

Para Lula, todos mentiram sobre o triplex

Jô Navarro

Lula agradeceu o sindicato por ceder o espaço para sua campanha

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursa em showmício antes de se entregar para a Polícia Federal em São Bernardo do Campo (SP). Resumiu sua biografia, do sindicato à presidência da República.

Ele culpou a imprensa e afirmou que sua condenação atende o desejo da Rede Globo. Num discurso inflamado, Lula afirmou que Marisa Letícia morreu precocemente por causa da imprensa e do Ministério Público.

“Eles vão ter orgasmo múltiplo.”, disse o ex-presidente referindo-se à revista Veja e à TV Globo.

Lula conclamou a militância a continuar a luta. "A morte de um combatente não significa a morte da revolução"

O ex-presidente se autoproclamou 'mito': "Não sou mais um ser humano, sou uma ideia". Em seguida, disse que seus companheiros farão a "regulação da comunicação", numa clara ameaça de censura à imprensa brasileira.

Durante sua fala, Lula apontou o coordenador nacional do MTST, Guilherme Boulos (PSOL), Manuela D'Avila (PC do B) e Haddad como herdeiros da 'campanha'.

Despediu-se afirmando que se entrega "para mostrar que não tem medo deles".

Outros processos

Além do processo do triplex do Guarujá, Lula responde a outros seis processos na Justiça por acusações de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, organização criminosa e tráfico de influência.

Considerando a soma destas ações, Lula é acusado de receber cerca de 40 milhões de reais em propina, pessoalmente ou em seu benefício.

O erro do ex-presidente foi se deixar seduzir pelos 'gravatinhas", como se refere aos empresários.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO