Terça-Feira, 17 de Setembro de 2019

Brasil

Quarta-Feira, 10 de Julho de 2019, 08h:46

A GUERRA DOS HACKERS

Hackers revelam conversas de Jean Wyllys e David Miranda sobre envio de dinheiro e venda de mandato

Da Redação

Reprodução

David Miranda substituiu Jean Wyllys na Câmara após renúncia

Assim como as conversas dos procuradores da Lava Jato no aplicativo Telegram foram hackeadas, as mensagens trocadas entre o ex-deputado federal Jean Wyllys, Marcelo Freixo, David Miranda e Glenn Greenwald (The Intercept) também foram interceptadas por hackers.

Na última semana o grupo de hackers que se intitula 'Pavão Misterioso' divulgou no Twitter prints das conversas entre eles, bem como os números dos telefones e documentos pessoais. Os prints mostram conversas sobre a suposta trama de venda do mandato parlamentar de Jean Wyllys, que estaria utilizando um chip do Ceará, com DDD 85, para suas eventuais conversas, tratativas e negociatas.

O deputado Marcelo Freixo, segundo os prints divulgados, teria atuado como intermediário da negociata entre Jean, David Miranda e Glenn Greenwald.

Numa conversa entre Leandro Demori e Freixo, este estranha que Jean estivesse utilizando o DDD 85. Era o celular ‘limpo’ do psolista, sem possibilidade de grampos. Freixo se compromete de ligar para Jean para negociar a renúncia.

Noutro print, Jean Wyllys cobra de David Miranda o envio do dinheiro. David alega dificuldade para "mover esta quantia nesse momento sem acender o alarme". Wyllys, por sua vez, reclama: "Você colocou meio mundo na história David".

No Twitter, o grupo de hackers afirma ter áudios e que vai publicá-los em breve. Um dos prints divulgados pelo 'Pavão Misterioso' mostra uma conversa sobre os áudios que o The Intercept estaria editando para publicar.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO