Sábado, 11 de Julho de 2020

Brasil

Sábado, 06 de Junho de 2020, 18h:49

ASSISTA

Em live com Mandetta, Gilmar Mendes chora ao falar sobre a pandemia

"O truque não vai isentar a responsabilidade pelo eventual genocídio"

Jô Navarro

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta participou neste sábado de live promovida pelo Instituto Brasiliense de Direito Público - IDP, com mediação do Ministro do STF Gilmar Mendes, Ney Bello, professor do Mestrado do IDP, André Silveira, Mestre em Direito pelo IDP e sócio do Sérgio Bermudes Advogados Associados e Rodrigo Mudrovitsch, professor de Direito Constitucional do IDP. O tema do debate foi Pandemia e Gestão da Saúde Pública.

"Me parece que estão querendo fazer uma cirurgia nos números dos protocolos públicos. Não informar significa o Estado ser mais nocivo do que a doença", disse Mandetta.

O ex-ministro criticou a possibilidade de o país deixar a Organização Mundial de Saúde (OMS). Neste sábado, o Ministério da Saúde passou a restringir as informações disponíveis em sua página na internet que mantém sobre informações a respeito da pandemia.

"O direito à informação é quase como um direito que ele o cidadão tem para saber como pode se prevenir daquela doença infecciosa, como ele contrai, o que ele pode fazer. O que acontece na sua cidade, nos seus bairros, no serviço público, como está funcionando é uma informação valiosa para que ele possa se portar enquanto cidadão, sabedor dos riscos", disse o ex-ministro.

Choro

 A um certo ponto do debate Gilmar Mendes ficou emocionado e caiu no choro. "Acho que o senhor tem um pouco uma missão... que é de um animador social, acho que o senhor tem, em função da.. da... credibilidade que o senhor ganhou no Ministério da Saúde, da credibilidade de sua carreira, acho que o senhor tem que contribuir para... é... de fato... eu me emociono... mas que de fato possamos enfrentar esse pós-pandemia com dignidade..; e que possamos mesmo... avançar, possamos construir um Brasil melhor. Acho que o senhor tem essa missão..."

Pouco depois, no Twitter, Gilmar Mendes postou o emblemático comentário:

"A manipulação de estatísticas é manobra de regimes totalitários. Yenta-se ocultar os números da #COVID19 para reduzir o controle social das políticas de saúde. O truque não vai isentar a responsabilidade pelo eventual genocídio. #CensuraNao #DitaduraNuncaMais"

Twitter

Tuíte Gilmar Mendes

 

 

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO