Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020

Brasil

Terça-Feira, 16 de Junho de 2020, 07h:29

PF

Deputado federal e blogueiro são alvos de operação da Polícia Federal

Redação

Reprodução

Allan dos Santos

A Polícia Federal (PF) cumpriu mandados de busca e apreensão, nesta terça-feira (16), nas casas do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), do blogueiro Allan dos Santos (foto), criador do site Terça-Livre, e mais 19 endereços nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Maranhão e Santa Catarina e no Distrito Federal.

Segundo a PF, as diligências foram requeridas pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e determinadas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

Os mandados ocorrem no âmbito do inquérito que investiga notícias falsas e ameaças contra ministros da Suprema Corte, mas o objetivo da ação desta manhã é apurar a origem de recursos, estrutura e financiamento de grupos suspeitos de prática de atos contra a democracia.

Também receberam a visita da polícia federal nesta manhã o marqueteiro Sérgio Lima e o advogado Luís Felipe Belmonte. Eles estão por trás da criação do partido do presidente Bolsonaro, o Aliança pelo Brasil. Alberto Silva, que atua no "Giro de Notícias" e o youtuber bolsonarista Ravox Brasil estão entre os alvos da PF nesta terça-feira.

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) postou em conta oficial no Twitter que a PF cumpriu mandado de busca e apreensão em seu apartamento. O parlamentar é vice-líder do governo na Câmara dos Deputados, um dos principais defensores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e próximo aos filhos do presidente.

MPF

Segundo o MPF, uma linha de apuração é que os investigados teriam agido articuladamente com agentes públicos que detêm prerrogativa de foro no STF para financiar e promover atos que se enquadram em práticas tipificadas como crime pela Lei de Segurança Nacional (7.170/1983). Entre os alvos das medidas cautelares está uma pessoa com foro na Suprema Corte.

No âmbito do Inquérito 4.828, instaurado em 20 de abril, a partir de pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), o ministro relator atendeu a pedido do vice-procurador-geral da República e determinou a prisão temporária, por cinco dias, de seis pessoas apontadas como líderes do movimento chamado de "Os 300 do Brasil". Nesse caso, o cumprimento das ordens judiciais ocorreu nessa segunda-feira (15).

STF

Na segunda-feira (15) o ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), encaminhou à Procuradoria-Geral da República (PGR), para as providências que entender cabíveis, os autos da Petição (PET) 8927, em que a deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR) apresenta notícia-crime contra o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) pela suposta prática dos crimes de incitação e apologia ao crime.

Na PET, a parlamentar explica que o deputado teria gravado e publicado em suas redes sociais um vídeo proferindo ameaças, “com um alto grau de violência”, contra manifestantes antifascistas que estão organizando atos em todo o país em defesa da democracia.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO