Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019

Brasil

Quinta-Feira, 09 de Maio de 2019, 08h:09

BOLSONARO VIROU CHACOTA

Decreto de Bolsonaro que flexibiliza porte de armas transformará o Brasil em faroeste a céu aberto

Redação

Reprodução

Bolsonaro e o decreto de armas

Jair Bolsonaro, por meio do polêmico decreto, estendeu o porte de armas de fogo para 20 categorias, entre elas políticos eleitos, caminhoneiros, oficiais de Justiça, jornalistas, agentes de segurança pública, agentes de trânsito, agentes penitenciários, conselheiros tutelares, profissionais de empresas de transportes de valores, moradores de propriedades rurais e os proprietários e dirigentes de clubes de tiro.

De acordo com o texto do decreto, publicado no Diário Oficial da União (DOU), as categorias listadas não precisarão comprovar “efetiva necessidade” para justificar a solicitação para o porte junto à Polícia Federal. O Estatuto do Desarmamento, de 2003, prevê que os pedidos precisam ser acompanhados de comprovação de aptidão técnica, capacidade psicológica, ausência de antecedentes criminais e comprovação de necessidade “por exercício de atividade profissional de risco” ou que representem ameaça à integridade física.

O decreto libera o uso de armamentos e munições que, até então, eram restritos a policiais e membros das Forças Armadas. Entre os itens que a partir de agora são permitidos, há pistolas .40, .45 e 9 mm, além de carabina .40 e espingarda de calibre 12.
 
O Brasil será transformado em um faroeste tropical.
 
Além disso a história nos mostra que armar a população sempre foi uma tragédia.
 
Um exemplo clássico é Japão, que foi distruida por duas bombas atômicas pelo Estados Unidos.
 
Mais o sucesso do Japão foi e continua sendo o seu sistema Educacional.

No Brasil parece que os governantes desconhecem a história mundial, principalmente no que se refere a educação, enquanto aqui se corta verbas na educação, na saúde, infra-estrutura, por outro lado evita a todo custo cobrar dívidas bilionários dos maiores bancos e empresas devedoras do INSS.
 
Só para lembrar, deputados e senadores devem cerca de 320 milhões de reais para o INSS.
 
A pergunta que não quer calar: o governo vai cobrar as dívidas desses políticos?
 
Dúvido!
 

1 COMENTÁRIO:

O estatuto das armas previa o porte desde que vc faça anualmente a licença para portar armas choveu no molhado acho que ele nunca leu o estatuto do desarmamento se vc precisava poderia ter a arma para sua defesa mas os custo chega a 15 mil por ano arma
enviado por: Cida em 09/05/2019 às 12:28:33
0
 
0
responder

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO