Quarta-Feira, 23 de Agosto de 2017

Moralmente inconstrangíveis | Caldeirão Político
Artigos
Sábado, 05 de Agosto de 2017, 09h:55

Moralmente inconstrangíveis

Cícero Henrique

Jô Navarro/Caldeirão Político

Não é preciso ser nenhum especialista  para analisar o descontentamento da população com a classe política do Brasil e especialmente de Mato Grosso. A cada dia que passa essa classe nos envergonha e joga na lama a imagem do país lá fora. Um bom reflexo disso é a corrupção que se alastra por todos os cantos.

Nas conversas em lanchonetes, padarias e bares o sentimento é de indignação e nojo pelos políticos, a maioria até evita falar no assunto. Piorou ainda mais após a votação vergonhosa daqueles que querem continuar mamando nas tetas de Michel Temer. A falta de vergonha, de rigor éticodos que se venderam por cargos e liberação de emendas parlamentares em nada ajudou. Um verdadeiro toma lá dá cá que é nocivo à sociedade. Só a bondade da Medida Provisória (MP) que alivia a dívida de ruralistas (que não merecem) irá custar 8 bilhões de reais aos cofres públicos. E dizem que o país está em crise. Quem vai pagar essa conta é o povo. Se tem que perdoar dívida é dos pobres.

Os maus presságios só atingirão a população mais pobre, não o setor financeiro, o agronegócio. Políticos se elegem pelo voto da população, dos assalariados, mas depois de eleitos só trabalham para o segmento que o financiou, ou seja, quem não representa nada em votos na eleição. Deputados estaduais, deputados federais e senadoras são manipulados por lobby da classe política, e agora estamos vendo políticos do Estado de Mato Grosso enlameados na corrupção. Quando não são considerados chefes de quadrilha, são citados recebendo propinas.

Uma boa parte dos políticos se tornou moralmente inconstrangível. Como não têm reputação a zelar, buscam apenas maximizar os seus interesses mais imediatos, mesmo que isso se dê em detrimento do eleitor.

Só há uma saída, essas pessoas se redimirem perante Deus, pedir perdão, pedir restauração e se comprometer em ter uma vida nova, nascer de novo espiritualmente e devolver o que foi roubado.

 

1 COMENTÁRIO:

É deprimente para nós trabalhadores que lutamos dia a dia nesse país tão rico e com políticos tão sujos
enviado por: Lecil em 05/08/2017 às 14:40:31
0
 
0
responder

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO