Sábado, 08 de Agosto de 2020

Artigos
Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020, 08h:25

OPINIÃO

Livres para contaminar

Cícero Henrique

Reprodução

Superlotação nos presídios brasileiros

Ou o presidente Jair Bolsonaro é louco ou apenas um negacionista que se posiciona contra tudo que vai contra seus interesses, como uma criança que perde o brinquedo favorito e começa fazer birra na frente dos outros.

No mundo todo os cientistas são unânimes em afirmar que o uso de máscara é fundamental para proteger a si mesmo e aos outros.

Que eu saiba, Bolsonaro é analfabeto em ciência, e para piorar ainda mais o Ministério da Saúde não tem um técnico especialista na área segundo o relatório do Tribunal de Contas da União. Ou seja, tudo no achismo.

Nesta segunda-feira, Jair Bolsonaro publicou novos vetos à Lei 14.019/2020 e acabou com a obrigatoriedade do uso de máscaras em presídios e unidades socioeducativas.

Na semana passada, Bolsonaro já havia vetado a obrigatoriedade do uso da máscara de proteção individual em órgãos e entidades públicas e em estabelecimentos comerciais, industriais, templos religiosos, instituições de ensino e demais locais fechados em que haja reunião de pessoas. 

Os contaminados estão livres para passar a doença de preso em preso.

A ciência mostra que um infectado contamina de três a quatro pessoas.

Essa atitude do presidente corrobora com genocídio, diante de uma pandemia tão grave que vem deixando rastros de mortes por onde ela passa.

Jair Bolsonaro está agindo como apostador no jogo de bicho, onde seu palpite é que a "gripezinha" é para os fracos e invenção da esquerda e da imprensa.

Bolsonaro em vez de ter uma atuação de estadista, de presidente a altura do cargo, vem agindo como um bobo da corte perante a pandemia.

Hoje está comprovado que o mundo precisa da ciência para o combate as doenças e essas pandemias mortais, tudo que Bolsonaro e seus militantes negam. Aliás, para quem acredita que a terra é plana, ou é imbecil, idiota e analfabeto.

 

 

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO