Quarta-Feira, 19 de Dezembro de 2018

Artigos
Sexta-Feira, 03 de Agosto de 2018, 08h:52

Baita cinismo

Cícero Henrique

Jô Navarro/Caldeirão Político

Jornalista Cícero Henrique

Os escândalos de corrupção envolvendo os políticos de Mato Grosso é caso de pena de morte, por mais que eu sei que a Constituição Brasileira proiba, somente em caso de guerra.

O Código Penal prevê, atualmente, no artigo 75, que o cumprimento máximo de pena não pode ser superior a 30 anos. Portanto, se durante esse cumprimento, o culpado cometer outro crime e ocorrer uma nova condenação, ele tem as suas penas somadas e limitadas a 30 anos.

A pena de 30 anos para esses vermes é pouco, tinham que ficar presos para o resto de suas vidas, ou seja, prisão perpétua.

Um exemplo desse cinismo é o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, que disse "tudo que fazemos aqui está no Fiplan, é transparência total", declarou. Poucas horas depois a Medida Cautelar tornada pública pelo MPE demonstra que o deputado não só faltou com a verdade, como é agora suspeito de sonegar documentos cruciais à investigação.

São investigados na operação Dèja Vu o próprio Eduardo Botelho e os deputados da atual legislatura Ondanir Bortolini, José Antônio Gonçalves Viana e Wancley Charles Rodrigues de Carvalho, além dos ex-deputados Emanuel Pinheiro, atual prefeito da Capital, e José Riva.

O deputado federal Ezequiel Fonseca (PP) é investigado pelo mesmo crime no TJMT.

Esses cidadãos, se é que podemos charmar assim, são acusados prática dos crimes de peculato e associação criminosa "cometidos, em tese, por deputados e ex-deputados mato-grossenses", que resultaram em prejuízo de aproximadamente R$ 500 mil.

São cínicos, parasitas e corruptos por sugar o dinheiro público para enriquecimento próprio.

Se o eleitor é inteligente vai ter a capacidade de observar e reconhecer os políticos desonestos e corruptos que tratam as pessoas como objetos, para não votar mais nesses políticos.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO